Saiba como consultar o CadÚnico pelo aplicativo ‘Meu CadÚnico’

Famílias devem ter cadastros atualizados. Situação cadastral pode ser consultada através do aplicativo, site ou telefone

O Cadastro Único, conhecido como CadÚnico, é um sistema do governo federal que reúne dados sobre famílias pobres e extremamente pobres no Brasil. É usado como referência para implementar políticas públicas em estados e municípios. Portanto, as pessoas cadastradas podem consultar as informações pelo aplicativo Meu Cadúnico, disponível para Android e iOS.

 

Como consultar o CadÚnico?

A inscrição no CadÚnico só pode ser feita para famílias de baixa renda, e os cadastros devem estar atualizados para que os usuários usufruam dos projetos. Para consultar as suas informações no CadÚnico, basta acessar o site, aplicativo ou telefonar para o número 0800 707 2003. No aplicativo, basta digitar os dados solicitados.

O aplicativo ajuda o usuário a se inscrever e consultar informações, emitir comprovante de cadastramento, ver o Número de Identificação Social (NIS), pendências no cadastramento e outros. Para acessar o aplicativo, ou descobrir se você está cadastrado no banco de dados, basta:

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

  1. Acesse o aplicativo e toque em “entrar”;
  2. Preencha nome completo, data de nascimento, nome da mãe e estado;
  3. Clique novamente em “entrar”.

Se o login for feito, você está cadastrado. Caso contrário, será necessário fazer o registro. Por outro lado, toda a atualização de dados deve ser feita no Centro de Referência em Assistência Social (Cras) pelo responsável da família. Através do aplicativo, é possível consultar quais são os documentos necessários.

 

Como se inscrever no Cadastro Único?

Em princípio, para se inscrever no Cadastro Único é preciso se dirigir a um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) de seu município. Podem se cadastrar famílias que ganham até meio salário mínimo por pessoa ou até três salários mínimos de renda mensal ​tota​l. Ademais, os municípios costumam visitar essas famílias de baixa renda para efetuar o cadastramento. Nota-se que não é possível realizar o procedimento pela internet.

Para efetivar o cadastro a família deve ter uma pessoa, com mais de 16 anos, responsável por responder às perguntas solicitadas. O mesmo deve apresentar seu CPF ou Título de Eleitor. Além disso, deve indicar no mínimo um documento de cada membro da família. Também recomenda-se levar comprovante de endereço.

Ademais, deve-se manter os dados atualizados. Quando há, por exemplo, mudança de endereço ou de trabalho, a orientação é ir até o CRAS para fazer a atualização.

 

Leia também:

Bolsa Família: 3 condicionalidades que podem te tirar do programa

Renda Cidadã: quais as mudanças propostas pelo novo Bolsa Família?

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes