Saiba como declarar o salário no Imposto de Renda

Para declarar o salário no Imposto de Renda, o trabalhador deve ter em mãos o informe de rendimentos, que é fornecido pela empresa.

Um dos principais dados que devem ser informados na declaração do Imposto de Renda é a remuneração mensal, obtida em emprego de carteira assinada. Sendo assim, é importante se atentar para inserir os dados corretamente. Para declarar o salário no Imposto de Renda, o trabalhador deve ter em mãos o informe de rendimentos, que é fornecido pela empresa.

Como declarar o salário no Imposto de Renda?

Durante o preenchimento da declaração, ao chegar na ficha de “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica”, o contribuinte deve declarar o salário no Imposto de Renda. De modo geral, é preciso inserir os dados presentes no informe de rendimentos enviado pela empresa.

O informe de rendimentos é um documento que indica os ganhos que um cidadão obteve ao longo do ano. Para quem trabalha com carteira assinada, a empresa contratante tem a obrigação de fornecer esse comprovante.

Dessa forma, para declarar o seu salário, o contribuinte deve escolher a aba “Titular” e então clicar em “novo”. O próximo passo é informar número de inscrição no CPF/CNPJ e o nome da fonte pagadora, ou seja, da empresa em que trabalha. Depois, é necessário preencher os campos com o valor dos rendimentos adquiridos em 2020. Veja o que é preciso inserir nessa parte da declaração:

  • Rendimentos recebidos de pessoa jurídica, ou seja, o total dos salários recebidos ao longo de 2020;
  • Contribuição previdenciária oficial;
  • Imposto retido na fonte (IRRF) sobre o salário;
  • Décimo terceiro salário
  • IRRF sobre o décimo terceiro salário.

Ao apertar em “Ok”, a pessoa conclui o preenchimento e pode adicionar as informações de outra a fonte pagadora, caso seja necessário. Seja ela do próprio contribuinte ou de seus dependentes.

Nota-se ainda, que para quem importar as informações da declaração anterior e tiver mantido o mesmo emprego nesse período, basta usar o item de edição para inserir a valores do salários de 2020.

- PUBLICIDADE -

E quem recebe aposentadoria, como declarar?

Para quem é aposentado e recebe o benefício pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) o procedimento é parecido com o de declarar o salário no Imposto de Renda. No item relacionado à fonte pagadora, o cidadão deve incluir os dados do INSS.

Leia também

Veja como declarar Fies no Imposto de Renda 2021

IRPF 2021: saiba escolher entre declaração completa ou…

Além disso, deve preencher os campos de acordo com os dados contidos em seu informe de rendimentos. Para adquirir esse documento, o aposentado deve acessar o site ou aplicativo Meu INSS. Bem como, fazer login com CPF e senha. Feito isso, a orientação é clicar em “Extrato de Imposto de Renda” na página inicial para obter esse documento. É possível baixar ao apertar no botão azul escrito “Baixar PDF”.

Quem precisa entregar a declaração em 2021?

Nota-se que nem todos os trabalhadores têm a obrigação de entregar a declaração, e assim, e declarar o salário no Imposto de Renda. Aqueles que tiveram rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2020 devem fazer a declaração neste ano. Esse valor é equivalente a um salário acima de R$ 1.903,98, incluído o décimo terceiro. Nota-se que esses rendimentos são os que sofrem a incidência do IR, como é o caso das remuneração e da renda com aluguéis.

Além disso, veja quem mais deve entregar a declaração em 2021:

  • Cidadãos que receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 durante o ano de 2020;
  • Cidadãos que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte superior a R$ 40 mil durante o ano passado;
  • Pessoas que receberam dinheiro, em qualquer mês de 2020, por conta de alienação de bens e direitos ou em operação em bolsas de valores, mercadorias, futuro e itens relacionados;
  • Quem possuiu, até o fim de 2020, imóveis, veículos e outros bens com soma total superior a R$ 300 mil.

O calendário oficial da declaração de 2021 ainda não foi divulgado. Mas normalmente o prazo começa em 1º de março e finaliza no dia 30 de abril.

 

- PUBLICIDADE -

Leia também:

Como declarar investimentos no Imposto de Renda?

Saiba como funciona a antecipação da restituição do Imposto de Renda

Dirf de empregada doméstica: veja como fazer a declaração

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes