Saiba como funciona a antecipação da restituição do Imposto de Renda

Na antecipação da restituição do Imposto de Renda, o contribuinte consegue pegar os valores a que tem direito antes do prazo descrito no calendário do imposto

Pessoas com dívidas a juros altos ou com dificuldades financeiras podem contar com um empréstimo relacionado ao IR. Trata-se da antecipação da restituição do Imposto de Renda, em que o contribuinte pode receber o dinheiro devido antes do calendário do tributo, mas terá que arcar com juros.

Nota-se que, a restituição desse imposto se trata de um reembolso que o contribuinte recebe ao se constatar que ele pagou mais tributos do que o necessário ao longo do ano-calendário a que a declaração diz respeito. Dessa forma, a Receita Federal devolve esse valor extra.

Como funciona a antecipação da restituição do Imposto de Renda?

Na antecipação da restituição do Imposto de Renda, o contribuinte consegue pegar os valores a que tem direito antes do prazo descrito no calendário do imposto. Na prática, a pessoa pega um empréstimo no valor que irá receber a restituição, e quando de fato esse dinheiro é depositado em conta, o banco que concedeu o crédito pega o valor acrescido de juros.

Nesse sentido, o valor dos juros a serem cobrados varia de acordo com alguns fatores, como o banco em que se vai pedir o empréstimo, o valor e o histórico do contribuinte com essa instituição financeira.

De modo geral, a aprovação desse crédito de antecipação é simples e não exige a mesma burocracia de outros tipos de empréstimo.

Quando posso antecipar?

Nota-se que, assim que o contribuinte enviar a sua declaração do imposto à Receia Federal, poderá realizar uma solicitação da restituição do Imposto de Renda ao banco que indicou ao declarar o IR.

O calendário da declaração e dos prazos para restituição do Imposto der Renda de 2021 ainda não foi divulgado. Ao passo que, o prazo para declarar costuma começar no dia 1º de março e finalizar no dia 30 de abril.

Como fazer a antecipação?

Ao pensar em solicitar a antecipação da restituição do Imposto de Renda é importante entender que, só é possível pedir esse crédito no banco que foi indicado como local de depósito do reembolso na declaração do tributo.

Sendo assim, para pedir o crédito é preciso apresentar ao banco o recibo da declaração, de modo a comprovar o valor que tem a receber de restituição. O dinheiro a ser liberado varia entre 75% a 100% do total da restituição, e é depositado até o próximo dia útil após a contratação do empréstimo.

O processo e as condições para fazer essa solicitação variam de acordo com a instituição financeira. Veja como funciona na Caixa Econômica Federal e no Banco do Brasil.

Caixa Econômica Federal: A antecipação da restituição do Imposto de Renda na Caixa está limitada ao crédito de 75% do valor total desse reembolso. Os juros são pré-fixados, de acordo com a taxa em vigor na data da contratação, e cobrados com o principal na liquidação do contrato. Para fazer a solicitação, o cidadão pode procurar uma agência do banco com a documentação necessária.

Banco do Brasil: No Banco do Brasil, é possível pedir a antecipação de até 100% da restituição do Imposto de Renda devido, com o limite de até R$ 20 mil. O pagamento do empréstimo é feito em parcela única no dia do recebimento da sua restituição ou no vencimento final do contrato, o que acontecer primeiro. O contribuinte consegue fazer a solicitação no aplicativo do banco.

 

 

Leia também:

Veja como tirar o extrato do Imposto de Renda do INSS

Como declarar os rendimentos isentos no Imposto de Renda?

Desempregados precisam declarar o Imposto de Renda?

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.