Aposentadoria parada na fila do INSS? Veja qual o motivo

A fila da aposentadoria do INSS pode acontecer por quantidade e análise de solicitações. Segundo o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), há mais de um milhão de pedidos de aposentadoria. Em outubro, havia 1,8 milhão de pedidos.

Além disso, em 2020, foi a primeira vez que o número de indeferimentos superou o de concessões do benefícios, nos últimos dez anos. Sendo assim, a demora na fila da aposentadoria tem como um dos motivos o aumento expressivo na solicitação de auxílios do INSS.

De acordo com a lei previdenciária, o solicitante deve esperar até 45 dias para receber uma resposta do órgão, ou seja, para a concessão ou recusa da aposentadoria, mas também de outros benefícios do INSS, como o auxílio-doença, por exemplo. Contudo, a lei do processo administrativo determina um prazo de até 60 dias. Porém, esses prazos nem sempre tem cumprimento.

Enquanto aguarda, no entanto, o segurado tem alguns caminhos que podem ajudá-lo a encurtar a espera ou a ganhar mais. Uma das alternativas para ter benefício antes é fazer o pedido no Judiciário. Mas, para os especialistas, é preciso analisar bem cada situação. Quem pede a aposentadoria e tem condições de aguardar um pouco mais deve esperar 90 dias.

O que pode causar a fila da aposentadoria do INSS?

Além do alto número de pedidos no INSS, outros motivos podem contribuir para fila da aposentadoria do INSS. Sendo assim, a dificuldade do trabalhador em comprovar as contribuições, alterações na idade mínima para aposentadoria e tempo de contribuição são alguns dos fatores.

Além disso, existência de incorreções nos cadastro dos governo e na documentação do segurado. Mas também, por causa da empresa que não deu baixa na carteira de trabalho após a demissão e o vínculo empregatício continua ativo. Empregador que não contribuiu o INSS do trabalhador ou informou dados incorretos ou registro não está no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).

Por fim, a fila da aposentadoria do INSS pode ter relação com os benefícios por incapacidade temporária, como o auxílio-doença. Nessa situação, é preciso que o trabalhador tenha voltado às atividades profissionais e a suspensão do benefício do INSS do auxílio por afastamento temporário.

- PUBLICIDADE -

Como acompanhar análise da aposentadoria?

O acompanhamento da análise da aposentadoria pode ser realizado pelo site ou aplicativo Meu INSS. Além disso, para consulta do pedido, não precisa ter senha cadastrada.

Sendo assim, procure por “Serviços sem Senha” e clique em “Agendamentos/Solicitações”. Em seguida, insira seus dados pessoais, como nome completo, CPF e data de nascimento.

Depois disso, na tela seguinte, sem precisar fazer login, o segurado terá acesso às fichas de todos os requerimentos feitos por ele ao INSS.

Por fim, os pedidos de benefícios que seguem na fila da aposentadoria do INSS, aparecem em destaque com descrição de “Atendimento à distância” e a data de solicitação ou “Em análise”.

 

Leia também

Aposentadoria
Comentários (0)
Comentar