INSS: projeto-piloto de teleperícia começa a ser avaliado hoje (3)

Teleatendimento do INSS visa diminuir as filas de 750 mil beneficiários que aguardam atendimento para liberação do auxílio-doença. Outros benefícios, como a prorrogação do auxílio e a conversão para aposentadoria continuam sendo presenciais.

A partir desta terça (3), o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a testar o projeto de teleperícia – que visa atender de forma online as perícias médicas. O sistema atende a uma ordem do Tribunal de Contas da União (TCU) que tem como objetivo diminuir as filas de 750 mil beneficiários que aguardam atendimento para o auxílio-doença do INSS. Segundo o Instituto, o projeto-piloto estará disponível a um grupo pequeno de trabalhadores – de empresas de médio e grande portes e que possuam médicos do trabalho disponíveis para atender os empregados.

Na fase inicial, o empregador é quem irá marcar a teleperícia do colaborador e a consulta online deverá ser realizada na empresa, com a presença do médico do trabalho. Durante o teleatendimento, o empregado realizará todos os testes necessários, além de responder as dúvidas do perito – sem a necessidade de ir presencialmente a uma agência do INSS. Após o atendimento virtual, o benefício será concedido, negado ou precisará de um exame presencial para ser liberado.

Somente pedidos de auxílio-doença do INSS são avaliados pela teleperícia

Por enquanto, o projeto-piloto está disponível apenas para tornar apto o  benefício do auxílio-doença – incapacidade temporária para o trabalho. Não está disponível para prorrogação de quem já recebe o benefício e nem para quem está pedindo a conversão do pagamento em aposentadoria por incapacidade permanente.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Nas agências do INSS, estarão ocorrendo normalmente os exames presenciais para a prorrogação do auxílio-doença, a conversão do pagamento em aposentadoria ou em auxílio-acidente e a elegibilidade para o serviço de reabilitação profissional. A fase final de testes da teleperícia irá gerar uma avaliação sobre a recomendação do uso ou não do projeto pela Previdência Social.

Para informações e dúvidas sobre qualquer atendimento relacionado ao INSS, bem como saber sobre os direitos de receber os benefícios pagos pelo Instituto, é possível acessar pelo aplicativo “Meu INSS”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes