Perícia médica do INSS: Veja a lista de documentos necessários

Para receber um benefício por incapacidade do INSS, o segurado deve passar por perícia médica. Entenda então como funciona esse procedimento e quais documentos são necessários.

Para receber um benefício por incapacidade do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o segurado deve passar por perícia médica. Entenda então como funciona esse procedimento e quais documentos são necessários.

Para que serve a perícia médica do INSS?

A perícia médica do INSS é necessária para a concessão dos benefícios de aposentadoria por invalidez, auxílio-acidente e auxílio-doença.

A aposentadoria por invalidez é paga a segurados que estão permanentemente incapazes de trabalhar. Mas antes de dar entrada nesse benefício é preciso pedir pelo auxílio-doença, que se paga quando o trabalhador está temporariamente incapaz de trabalhar. Sendo assim, essas duas situações são comprovadas pela perícia médica.

Desse modo, no procedimento o perito verifica a existência do acidente ou da doença. Bem como, se há condição ou não do segurado continuar trabalhando. Verificando também se a situação da pessoa pode piorar ao exercer suas atividades.

Para isso, o profissional pode realizar testes clínicos e analisar exames anteriores levados pelo segurado. Se o benefício for concedido, o INSS pode pedir novas perícias para comprovar se continua existindo essa necessidade.

Documentos

Então, veja quais documentos são necessários:

  • Documento de identificação oficial com foto;
    Número do CPF;
  • Documentos que comprovem contribuição ao INSS, como carteira de trabalho e carnês de contribuição;
  • Documentos médicos decorrentes do tratamento, como atestados, exames e relatórios, para serem analisados no dia da perícia médica do INSS (não é obrigatório);
  • Para o empregado: declaração assinada pelo empregador, informando a data do último dia trabalhado (se precisar, imprima o requerimento);
  • Comunicação de acidente de trabalho (CAT), se for o caso;
  • Para o segurado especial (trabalhador rural, lavrador, pescador): documentos que comprovem esta situação, como contratos de arrendamento.

Ademais, no caso da perícia de revisão se deve levar documento com foto e número do CPF. Além de documentos médicos que indiquem qual é o problema de saúde e o tratamento que foi empregado. A saber, trata-se uma reavaliação para decidir a manutenção do benefício.

Como agendar?

Nesse sentido, para agendar a perícia médica do INSS é preciso acessar o site ou aplicativo Meu INSS. Ao efetuar o login, a orientação é escolher a opção “Agende sua Perícia” e clicar em “Agendar Novo”. Após a solicitação será possível acompanhar o andamento em “Resultado de Requerimento/Benefício por Incapacidade”.

Depois disso, o segurado deve ir à unidade do INSS para realizar o procedimentos. Mas em alguns casos, ele pode ser feito em casa ou no hospital.

Feita a perícia, o trabalhador pode olhar o resultado também em “Resultado de Requerimento/Benefício por Incapacidade” no aplicativo no INSS.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.