Prova de vida INSS: veja novo calendário para não perder benefício

Quem não fizer, pode ter o benefício bloqueado

O INSS divulgou o calendário para os aposentados com as novas datas da prova de vida. Suspensa por conta da pandemia da covid-19, a prova de vida do INSS voltou a ser obrigatória. Quem não fizer, pode ter o benefício bloqueado.

Publicadas no Diário Oficial da União no início do mês de julho, as novas datas vão de janeiro a agosto de 2022 para quem tem a prova de vida prevista entre maio de 2021 e julho de 2022.

A prova de vida do INSS é um procedimento exigido para aposentados e pensionistas comprovarem que estão vivos e, assim poderem continuar recebendo os benefícios.

Lembrando que todos os aposentados e pensionistas do INSS precisam fazer a prova de vida. O procedimento evita fraudes e pagamentos indevidos.

- PUBLICIDADE -

Calendário prova de vida INSS

A prova de vida ficou suspensa no ano passado devido ao número de casos da covid-19 e voltou a ser exigida em junho deste ano.

O Governo Federal passou a exigir a comprovação dos segurados depois que a maior parte da população idosa foi vacinada contra a covid.

O calendário está bem espaçado, até para evitar aglomeração nas agências bancárias.

Para você entender, o cronograma ficou assim: as novas datas seguem a ordem conforme o mês de vencimento da prova de vida antes da pandemia. Entenda abaixo:

Antes o vencimento da prova de vida era março e abril de 2020: agora será feito em junho de 2021

  • Vencimento em maio e junho de 2020: Retoma em julho de 2021
  • Vencimento em julho e agosto de 2020: Retoma em agosto de 2021
  • Vencimento em setembro e outubro de 2020: Retoma em setembro de 2021
  • Vencimento em novembro e dezembro de 2020: Retoma em outubro de 2021
  • Vencimento em janeiro e fevereiro de 2021: Retoma em novembro de 2021
  • Vencimento em março e abril de 2021: Retoma em dezembro de 2021
  • Vencimento em maio e junho de 2021: Retoma em janeiro de 2022
  • Vencimento em julho e agosto de 2022: Retoma em agosto de 2022.

Para o ano que vem, o Governo Federal decidiu que a partir de setembro de 2022, a prova de vida passará a ser feita no mês em que expira a validade do procedimento no INSS.

Relacionado: IPVA 2021 em São Paulo: veja calendário e alíquotas

Onde e como fazer a prova de vida do INSS?

O beneficiário pode comparecer presencialmente no banco onde recebe o pagamento. Algumas instituições bancárias oferecem alternativas, como prova de vida pelo caixa eletrônico ou por aplicativos.

Antes de sair de casa, confirme o local e também o horário de funcionamento junto ao banco, isso porque algumas instituições oferecem horários diferenciados para os beneficiários do INSS.

- PUBLICIDADE -

Para pessoas que estão acamadas, hospitalizadas ou sejam maiores de 80 anos, os familiares podem pedir a prova domiciliar pelo telefone 135 ou no aplicativo Meu INSS. Fique atento a toda documentação exigida nestes casos.

Como funciona

A prova de vida deve ser feita todos os anos, por todos os aposentados e pensionistas do INSS. Ela pode ser realizada de três maneiras:

  • Nos caixas eletrônicos ou caixas físicos da agência bancária
  • Pelo celular
  • Em casa

Para fazer na agência bancária, o beneficiário precisa ir pessoalmente até a agência onde a conta do benefício foi aberta ou qualquer outra do mesmo banco.

É preciso levar documento oficial com foto e o cartão bancário.

Para fazer a prova de vida pelo celular, o aposentado ou pensionista precisa ter cadastrada a biometria facial. Não são todos os segurados que podem fazer a prova de vida pelo celular.

O Governo Federal envia uma mensagem pelo aplicativo “Meu INSS” ou então uma mensagem de texto para o celular do segurado.

- PUBLICIDADE -

Aposentados ou pensionistas que tenham 60 anos ou mais e possuam dificuldade de locomoção, ou acima de 80 anos, independentemente de ter limitações ou não, podem agendar pelo 135 a prova de vida em casa.

Mas atenção, o agendamento só é possível desde que haja comprovação por laudo médico da dificuldade de locomoção.

Como saber quando vence a minha prova de vida?

Se você não se recorda quando foi a data da última prova de vida anterior à pandemia, veja abaixo em qual banco você recebe o benefício:

  • Banco do Brasil – A prova de vida é feita no mês de aniversário do aposentado ou pensionista;
  • Bradesco – A prova de vida vence no mês em que o beneficiário recebeu o primeiro pagamento no Bradesco;
  • Caixa Econômica Federal e Itaú Unibanco – O vencimento da prova de vida nestes dois bancos acontece um ano depois da última prova de vida realizada;
  • Santander – O vencimento ocorre anualmente com base na data da concessão da aposentadoria

Se você não se recorda das datas acima, basta ligar no INSS, pelo número 135.

O que acontece se eu não fizer?

Aposentados e pensionistas que não fizeram a prova de vida podem ter o benefício suspenso e até bloqueado.

Quem não conseguiu fazer o procedimento dentro do prazo deve pedir a reativação do benefício pelo aplicativo “Meu INSS”, e depois comparecer a agência bancária por onde recebe a aposentadoria.

- PUBLICIDADE -

Lembrando que mesmo suspenso, o benefício continua ativo por seis meses. Passado este período, se não há comprovação de vida, o INSS faz o cancelamento.

inss prova de vida