PEC dos precatórios: entenda a proposta de parcelamento

Nesta semana, muito se tem falado sobre a PEC dos precatórios que propõe regras e limites de pagamento de valores devidos pela União

Os precatórios são os valores devidos pela União para empresas e pessoas físicas, após sentença definitiva na Justiça. Nos últimos dias, a renegociação do pagamento desses valores tem sido bastante debatida e o governo prepara uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para estabelecer as regras e limites de pagamento. 

Integrantes do governo acreditam que essa seja uma boa opção para  garantir o pagamento, visto que a previsão de gastos com precatórios em 2022 é de aproximadamente R$ 89 bilhões.

Em 2021, o valor foi de R$ 55 bilhões. Assim, a PEC estabeleceria um percentual anual da receita para o pagamento das requisições de pequeno valor (RPV). O que possibilitaria o pagamento total das dívidas de até R$ 66 mil.

Atualmente, o prazo para o pagamento das RPVs é de 60 dias após a determinação judicial. “Dentro desse limite, dá para pagar todas as requisições de pequeno valor e ainda sobre espaço para pagar mais,” afirmou o ministro da Economia, Paulo Guedes.

 

Os ‘superprecatórios’

A PEC dos precatórios também busca a possibilidade de parcelamento das dívidas que possuem valor acima de R$ 66 milhões. Elas estão sendo chamadas de “superprecatórios”. Neste caso, é pleiteada a possibilidade de ser feito o pagamento da seguinte forma:

  • o valor de entrada seria de 15% da dívida;
  • nove prestações iguais anuais.

 

Esses valores devem ser quitados, segundo a Constituição, até 31 de dezembro de 2022. Mas com o parcelamento, o governo acredita que será possível aliviar o orçamento, pois, abrirá um espaço de quase R$ 40 bilhões em 2022. Esse recurso poderá ser utilizado para reajustar programas sociais, como por exemplo, o Bolsa Família. 

A expetativa é de que, com o controle do orçamento, também seja possível aumentar o valor do Bolsa Família. Muito se especula que o valor pode chegar à R$400, mas ainda não há nenhuma confirmação sobre esse valor.

O que é a Pec dos precatórios?

A proposta também pretende estabelecer um teto para o pagamento dos precatórios. Outra alternativa para fazer o pagamento dessas dívidas é o leilão de precatórios, por meio de oferta pública a todos os credores.

Então, depois de serem pagas as requisições de pequeno valor, seria possível quitar essas dívidas com as sobra do orçamento. O assunto vem dividindo opiniões, isto que alguns consideram que a PEC dos precatórios seja um calote.

Mas segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, existe precedente para Estados e Municípios parcelarem o pagamento dos seus precatórios. Caso contrário, será necessário cortar despesas ou flexibilizar o teto de gastos para cumprir suas obrigações no próximo ano.

LEIA TAMBÉM: O que são os Precatórios do Ministro Paulo Guedes?

 

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes