Quem teve o Bolsa Família cancelado volta a receber?

O número de contemplados pelo Bolsa Família chegou à 14,6 em 2021 e serão incluídos automaticamente no novo programa do governo federal chamado Auxílio Brasil

Diante de tantas mudanças anunciadas pelo governo federal nos últimos dias, os beneficiários querem saber se quem teve o Bolsa Família cancelado volta a receber a ajuda mensal do governo. Atualmente, estão incluídas no programa cerca de 14,6 milhões de inscritos que demonstram preocupação diante da reformulação do benefício criado para atender às famílias em situação de vulnerabilidade social.

Quando o Bolsa Família é cancelado?

As famílias que foram selecionadas para participar do Bolsa Família, precisam estar atentas à algumas situações que causam o cancelamento do benefício. Dentre elas, está o limite de renda que é obrigatório para se manter no programa. Mas vale lembrar que esse limite era de até R$89 para famílias em extrema pobreza e de até R$ 178 para famílias em situação de pobreza, desde que possuíssem possuem gestantes ou menores de 0 a 17 anos entre seus membros.

Mas diante da reformulação do programa anunciada pelo governo federal por meio do Auxílio Brasil, essas quantias foram reajustadas. Agora, o valor da linha de extrema pobreza passou para R$ 100 e aquelas com renda per capita de até R$ 200 passam a ser consideradas em condição de pobreza. 

Além disso, a família precisa manter seus dados atualizados junto ao CadÚnico (Cadastro Único para programas sociais). Isso deve ser feito sempre que houver algum tipo de mudança nos dados familiares, como mudança na renda, alteração de endereço, nascimento ou falecimento. 

Mas caso não haja nenhuma dessas alterações, basta atualizar a inscrição a cada dois anos junto ao CRAS (Centro de Referência e Assistência Social) de sua cidade. O cumprimento desses critérios é acompanhado mensalmente pelo setor especializado que está ligado ao Ministério da Cidadania. 

O benefício também pode ser cancelado se for identificado que o beneficiário não fez o saque do dinheiro após o pagamento ser efetuado. A falta de movimentação faz com que o governo entenda que não é necessária a assistência do programa. Atualmente, o prazo para movimentar o dinheiro é de 270 dias.

Como saber se benefício está cancelado?

Uma das opções para verificar se o Bolsa Família foi cancelado é acessar o aplicativo Bolsa Família CAIXA. Esse sistema disponibilizado pela Caixa Econômica Federal demonstra todas as informações do benefício, como as datas de pagamento do Bolsa Família, consulta as parcelas liberadas e você pode conferir seu extrato detalhado.

O acesso é realizado por meio do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e deve ser utilizada a senha que é usada nos aplicativos da Caixa.

Outra opção é ir até o CRAS de sua cidade e solicitar que o responsável pelo setor  verifique a situação do benefício. Isso será feito por meio do Sistema de Benefícios ao Cidadão (SIBEC), onde constam todas as informações do programa. 

Quem teve o Bolsa Família cancelado volta a receber?

A família que teve o Bolsa Família cancelado volta a receber o benefício se o responsável fizer uma nova solicitação de adesão ao programa junto ao setor responsável no município onde reside. Esse procedimento é conhecido como pedido de reversão do cancelamento.

No entanto, será necessário que todo o processo de inscrição seja feito novamente. Então, um dos primeiros passos para a retomada do recebimento é fazer a atualização do CadÚnico e, depois, pedir novamente a inclusão da família no programa. 

Para isso, tenha em mãos os documentos de identificação de todos os membros da família. Diante disso, as informações serão novamente avaliados pelo Ministério da Cidadania que irá confirmar se a família está apta a voltar a receber benefícios sociais.  

Mas é importante ressaltar que, devido à substituição desse programa pelo Auxílio Brasil a partir deste mês quem teve o Bolsa Família cancelado volta a receber um benefício mensal se for selecionado pelo Ministério da Cidadania. No entanto, o pagamento não será feito através do Bolsa Família, mas sim por meio do Auxílio Brasil que também é voltado às famílias brasileiras de baixa renda. 

Quem teve o Bolsa Família cancelado vai receber o Auxílio Brasil?

Os beneficiários que tiveram o Bolsa Família cancelado entre 2020 e 2021 para que fosse possível receber o auxílio emergencial, serão automaticamente  incluídos no programa Auxílio Brasil. O cancelamento desse pagamento foi temporário e realizado pelo Ministério da Cidadania, visto que não era permitido receber dois benefícios ao mesmo tempo.

Também é importante ressaltar que o cancelamento do Bolsa Família para aqueles que descumpriram as regras continua suspenso até março de 2022. Isso porque a Portaria nº 682 estabeleceu a suspensão de todos os procedimentos operacionais de revisão e gestão do Programa Bolsa Família e também do CadÚnico durante a pandemia.

Segundo o governo federal, a iniciativa tem como evitar a aglomeração de pessoas nos setores responsáveis pelos cadastros. Então, mesmo com os dados desatualizados esses beneficiários também vão receber o Auxílio Brasil a partir deste mês. 

Por outro lado, quem teve o Bolsa Família cancelado antes da suspensão dos procedimentos – que aconteceu em março de 2020 e ainda não fizeram o pedido de reversão do cancelamento, não poderão receber o Auxílio Brasil de forma automática. 

Neste caso, será necessário atualizar o CadÚnico para ser incluído entre os candidatos ao novo programa. Para quem for selecionado a partir dessa avaliação, a previsão é de que o pagamento do novo benefício seja realizado a partir de dezembro.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes