Projeto de lei autoriza MEI a contratar até dois empregados

O texto, que tramita na Câmara dos Deputados, altera a Lei Complementar 123/06 e tem relação com a crise provocada pela pandemia

De acordo com o Projeto de Lei Complementar 251/20, o Microempreendedor Individual (MEI) poderá ter dois empregados contratados. O aumento também vale para o empreendedor que exerça as atividades de industrialização, comercialização e prestação de serviços no âmbito rural. O texto, que tramita na Câmara dos Deputados, altera a Lei Complementar 123/06.

 

Projeto de Lei Complementar

A legislação atual define que o MEI deve ter apenas um empregado, além de respeitar outras regras como não participar como sócio, administrador ou titular de outra empresa, por exemplo. Dessa forma, a escolha e alteração tem relação com a pandemia e o número de desemprego, que atingiu a marca de 14,4% no trimestre encerrado em agosto. Assim, mais trabalhadores estarão formalizados. “Devido ao cenário de altíssimo desemprego causado pela pandemia do novo coronavírus, é imperioso que a legislação seja adaptada para permitir a contratação, pelo MEI, de até dois empregados. Isso irá incentivar ainda mais a adesão de trabalhadores à formalidade, bem como irá reduzir o número de desempregados em nosso país”, diz o autor do projeto, deputado Coronel Tadeu (PSL-SP).

 

Quem se enquadra na categoria MEI?

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em primeiro lugar, para abrir um MEI é necessário cumprir alguns requerimentos. Mas, com exceção de servidores, pensionistas, estrangeiros sem visto permanente e titulares de outras empresas, qualquer pessoa pode virar MEI. Dentre as regras, estão:

  • Ter faturamento limitado a R$81.000,00 por ano. Aquele que se formalizar durante o ano em curso, tem limite de faturamento proporcional a R$ 6.750,00 por mês;
  • Não participe como sócio, administrador ou titular de outra empresa;
  • Contrate no máximo um empregado (pode mudar caso PL seja aprovada);
  • Exerça uma das atividades econômicas previstas no Anexo XI, da Resolução CGSN nº140, de 2018, que relaciona todas as atividades permitidas ao MEI;
  • Ser maior de 18 anos ou menor legalmente emancipado.

 

Como MEI pode contratar um empregado?

De acordo com o Portal do Empreendedor, o MEI pode ter um empregado ganhando até um salário mínimo ou piso salarial da categoria. Portanto, o custo da contratação é de 11% sobre o salário a ser pago.

 

Leia também:

MEI: veja como abrir CNPJ online e emitir notas fiscais

Como regularizar MEI atrasado? Aprenda passo a passo

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes