Champions League tem legião de brasileiros na fase de grupos; veja a lista

Dos 32 clubes que disputam a fase de grupos da Champions League de 2020/2021, apenas quatro não têm jogadores brasileiros no elenco

Dos 32 clubes que disputam a fase de grupos da Champions League de 2020/2021, apenas quatro não têm jogadores brasileiros no elenco. Assim, Inter de Milão, RB Leipzig, Borussia Mönchengladbach e Brugge são as exceções do torneio marcado pela invasão verde e amarela entre os atletas inscritos.

Dessa forma, ao todo, são nada menos do que 78 brasileiros entre os 949 inscritos na fase de grupos da Champions League. Portanto, apenas a França tem mais representantes na competição, com 97 atletas. Entre os países não europeus, o Brasil está disparado na frente, pois a segunda colocada, a Argentina, conta com 24 jogadores no torneio.

No entanto, dos 78 brasileiros na Champions League, nove jogam por seleções de outros países. É o caso, por exemplo, do atacante Diego Costa, da Espanha, e do zagueiro Pepe, de Portugal.

Clubes com mais brasileiros

Aliás, o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, é o clube com mais jogadores brasileiros na Champions League de 2020/2021. Com 13 atletas, o Shakhtar poderia escalar um time inteiro só com nascidos no Brasil.

O segundo clube com mais brasileiros é o poderoso Real Madrid, que busca o seu 14º título da Champions League. Dos cinco atletas do Brasil no time merengue, dois deles já levantaram o troféu da competição: Marcelo e Casemiro.

Entre os favoritos ao título, aliás, a grande maioria conta com pelo menos dois brasileiros no elenco. A exceção, no entanto, é o Bayern de Munique, atual campeão, que tem o atacante Douglas Costa como o único representante do Brasil.

História dos brasileiros na Champions League

Desde que a história do maior torneio de clubes do mundo teve início, 53 brasileiros já levantaram o troféu. Os primeiros foram o meia Didi e o atacante Canário, pois foram campeões pelo Real Madrid em 1959. O último, portanto, foi Philippe Coutinho, pelo Bayern de Munique, no ano passado.

Os maiores campeões, no entanto, são da dupla Real Madrid e Barcelona. Assim, os brasileiros com mais títulos da Champions League são Marcelo e Casemiro, do Real, com quatro taças cada um. Em seguida, com três títulos, estão Daniel Alves (Barcelona), Roberto Carlos (Real Madrid) e Sávio (Real Madrid).

Já o maior artilheiro entre os brasileiros na Champions League deverá então ampliar seu recorde na edição 2020/2021. Afinal, Neymar está no topo da lista com 35 gols. O segundo colocado é Kaká, com 30, e em seguia vem Rivaldo, com 27. Assim, o jogador em atividade mais perto do atacante do PSG é Luiz Adriano, com 21 gols, hoje no Palmeiras.

Veja a seguir, portanto, a relação completa de todos os brasileiros da fase de grupos da Champions League de 2020/2021. A lista está ordenada de acordo com os clubes que mais têm jogadores do Brasil em seus elencos.

Brasileiros na Champions League 2020/2021

Alisson e firmino no liverpool
Andrew powell/liverpool fc via getty images

Shakhtar Donetsk

  • Taison (atacante)
  • Dentinho (atacante)
  • Fernando (atacante)
  • Tetê (atacante)
  • Alan Patrick (meia)
  • Marcos Antônio (meia)
  • Maycon (meia)
  • Ismaily (lateral esquerdo)
  • Marquinhos Cipriano (lateral esquerdo)
  • Dodô (lateral direito)
  • Vitão (zagueiro)
  • Marlos (atacante, mas naturalizado ucraniano)
  • Junior Moraes (atacante, mas naturalizado ucraniano)

Real Madrid

  • Marcelo (lateral esquerdo)
  • Casemiro (volante)
  • Éder Militão (zagueiro)
  • Vinícius Júnior (atacante)
  • Rodrygo (atacante)

Liverpool

  • Alisson (goleiro)
  • Fabinho (meia)
  • Thiago Alcântara (meia, mas naturalizado espanhol)
  • Roberto Firmino (atacante)

Porto

  • Pepe (zagueiro, mas naturalizado português)
  • Otávio (meia)
  • Felipe Anderson (atacante)
  • Evanilson (atacante)

Barcelona

  • Neto (goleiro)
  • Matheus Fernandes (meia)
  • Philippe Coutinho (meia)

Juventus

  • Alex Sandro (lateral esquerdo)
  • Danilo (lateral direito)
  • Arthur (meia)

PSG

  • Marquinhos (zagueiro)
  • Rafinha (meia)
  • Neymar (atacante)

Atlético de Madri

  • Felipe (zagueiro)
  • Renan Lodi (lateral esquerdo)
  • Diego Costa (atacante, mas naturalizado espanhol)

Manchester City

  • Ederson (goleiro)
  • Fernandinho (meia)
  • Gabriel Jesus (atacante)

Chelsea

  • Thiago Silva (zagueiro)
  • Emerson (lateral esquerdo, mas naturalizado italiano)
  • Jorginho (meia, mas naturalizado italiano)

Lazio

  • Luiz Felipe (zagueiro)
  • Lucas Leiva (meia)
  • Andreas Pereira (atacante)

Zenit

  • Douglas Santos (lateral esquerdo)
  • Wendel (meia)
  • Malcom (atacante)

Midtjylland

  • Paulinho (lateral esquerdo)
  • Evander (meia)
  • Júnior Brumado (atacante)

Krasnodar

  • Kaio (zagueiro)
  • Wanderson (atacante)
  • Ari (atacante, mas naturalizado russo)

Istanbul Basaksehir

  • Rafael (lateral direito)
  • Júnior Caiçara (lateral direito)
  • Giuliano (meia)

Manchester United

  • Alex Telles (lateral esquerdo)
  • Fred (meia)

Ajax

  • David Neres (atacante)
  • Antony (atacante)

Olympiakos

  • Rafinha (lateral direito)
  • Bruno (atacante)

Sevilla

  • Diego Carlos (zagueiro)
  • Fernando Reges (meia)

Ferencváros

  • Somália (meia)
  • Isael (meia)

Red Bull Salzburg

  • Carlos Miguel Coronel (goleiro)
  • André Ramalho (zagueiro)

Lokomotiv Moscou

  • Guilherme (goleiro, mas naturalizado russo)
  • Murilo Cerqueira (zagueiro)

Bayern de Munique

  • Douglas Costa (atacante)

Olympique de Marselha

  • Luis Henrique (atacante)

Atalanta

  • Rafael Tolói (zagueiro)

Rennes

  • Dalbert (lateral esquerdo)

Borussia Dortmund

  • Reinier (atacante)

Dynamo de Kiev

  • Clayton (atacante)
Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.