Chris Weidman fratura a perna no UFC 261; veja o vídeo

Lance é semelhante ao que Anderson Silva viveu em 2013, em confronto justamente diante do americano.

O lutador Chris Weidman quebrou a perna no UFC 261, em Jacksonville, na Flórida (EUA), e chocou todos os telespectadores. A lesão é semelhante a de Anderson Silva, em 2013, quando o brasileiro também fraturou o membro ao chutar, justamente, o americano. Vivendo agora o outro lado da moeda, Weidman aplicou golpe semelhante ao de Spider e perdeu a luta para Uriah Hall, com 17 segundos. Veja o vídeo.

Chris Weidman quebra perna no UFC 261

O americano Chris Weidman viveu uma noite que jamais sairá de sua memória. Ao tentar chutar o jamaicano Uriah Hall, último adversário de Anderson Silva no Ultimate, o ex-campeão dos pesos-médios (84 kg) quebrou a perna direita ao ter seu golpe bloqueado no UFC 261.

A lesão ocorreu no primeiro chute de Weidman no adversário, que venceu o confronto com 17 segundos de luta. Logo depois da cena que chocou à todos os presentes, o serviço médico imobilizou a perna do lutador e o retirou do octógono de maca. De acordo com o resultado oficial, Hall venceu o duelo por nocaute técnico.

Pela primeira vez desde o início da pandemia do novo coronavírus, o público esteve presente no ginásio para acompanhar a luta do UFC. No entanto, todos pareciam não acreditar no que presenciaram. Confira o vídeo da lesão.

Logo após o combate, Hall comentou sobre o ocorrido e desejou boa recuperação ao lutador.

“Eu tenho respeito pelo Chris Weidman. Ele é realmente um dos melhores. É uma história louca que ele foi o primeiro homem com quem eu lutei, que me desafiou. É louco como nós nos terminamos aqui novamente. Eu me sinto muito mal. Espero que ele esteja bem. É a parte ruim desse esporte. Espero que ele se recupere. E, independentemente do ranking que eu estiver no futuro, se ele se recuperar, eu devo a ele essa luta. E eu espero que ele volte. Ainda é um dos melhores”.

Relembre a lesão de Anderson Silva

O brasileiro Anderson Silva teve uma lesão semelhante ao de Chris Weidman, mas em dezembro de 2013. Spider enfrentou o americano, em julho do mesmo ano, e sofreu seu primeiro nocaute no Ultimate. Cinco meses depois, recebeu o direito de revanche, mas ao tentar chutar o “All American”, viu sua perna esquerda quebrar com 1m16s do round inicial.

Weidman fazia na época sua primeira defesa de título, logo depois de derrotar Anderson na primeira disputa entre eles. A imagem do brasileiro circulou o mundo e o lutador demorou mais de um ano para então retornar ao octógono.

+ Anderson Silva: os recordes e o legado de uma lenda do UFC

Você pode gostar também
buy cialis online