Covid no Flamengo: quem foi infectado e quem já está recuperado

O surto de covid-19 no Flamengo afetou a escalação do time no Brasileirão e na Libertadores, mas aos poucos o time recupera a sua forma

O surto de covid-19 no Flamengo afetou a escalação do time no Brasileirão e na Libertadores, mas aos poucos o time volta ao normal. Além disso, os reservas fizeram bonito e evitaram que o problema se refletisse dentro de campo.

Afinal, mesmo na ausência da maior parte dos titulares entre lesões e covid, o Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil no Equador e arrancou um empate do Palmeiras.

Para enfrentar o Independiente del Valle na Libertadores nesta quarta-feira (30) no Maracanã, a situação do Flamengo é bem mais confortável, pois os atletas que testaram positivo na viagem para o Equador foram relacionados. Afinal, eles ficaram dez dias sem apresentar sintomas e passaram por novos exames.

No entanto, a lista de casos de covid-19 no Flamengo ainda é grande, e inclui o técnico Domènec Torrent, que segue afastado. O auxiliar Jordi Guerrero comanda o time em seu lugar. O médico Marcio Tannure e o ex-zagueiro Juan, que hoje trabalha no clube, também estão em quarentena.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Desde o início da pandemia, segundo o ge.com, o Flamengo já teve 27 jogadores que testaram positivo para covid-19. Só na última leva da viagem a Equador, foram 40 casos na delegação, sendo 19 jogadores. Veja a seguir a lista completa.

Covid no Flamengo: os casos recentes

  • Diego
  • Everton Ribeiro
  • Vitinho
  • Bruno Henrique
  • Michael
  • Filipe Luís
  • Willian Arão
  • Rodrigo Caio
  • Léo Pereira
  • Thuler
  • Isla
  • Matheuzinho
  • Gustavo Henrique
  • Renê
  • Gomes
  • Noga
  • Pepê
  • Rodrigo Muniz
  • Gabriel Batista

Diego Alves, Gabigol, Pedro Rocha e César também desfalcaram o time, mas por lesão. Com todas essas ausências, o Flamengo precisou usar jogadores da base para montar a defesa do time que empatou com o Palmeiras no Allianz Parque.

Do meio para frente, o time ainda contou com nomes como Thiago Maia, Gerson, Arrascaeta e Pedro, que marcou o gol rubro-negro na partida. No jogo seguinte, contra o Independiente del Valle pela Libertadores, o time pôde relacionar os jogadores recuperados, que são os seguintes.

Flamengo e Palmeiras
Alexandre Vidal / Flamengo

Jogadores recuperados

  • Bruno Henrique
  • Filipe Luís
  • Diego
  • Isla
  • Vitinho
  • Michael
  • Matheuzinho
  • Noga
  • Rodrigo Muniz

Além dos jogadores que testaram positivo para covid-19 no Equador e seguem assintomáticos, o Flamengo também conta com o retorno do atacante Gabriel Barbosa, recuperado de lesão. O goleiro César também está de volta. No entanto, todos os outros que pegaram covid seguem afastados, assim como o técnico Domènec Torrent.

Por outro lado, os atletas recuperados fizeram uma bateria de exames que incluiu até testes cardíacos. O Flamengo enviou os resultados para a Conmebol. Os nove jogadores que voltaram ao time após pegar covid-19 treinaram normalmente no clube antes da partida contra o Del Valle.

Apesar dos retornos, a defesa segue desfalcada, pois Rodrigo Caio, Léo Pereira, Gustavo Henrique e Thuler continuam em quarentena. Assim, o miolo de zaga deverá ser formado por Natan, que jogou bem contra o Palmeiras, e o estreante Gabriel Noga. Já as laterais poderão ter as voltas de Filipe Luís e Isla. E o goleiro Hugo Souza pode ganhar nova chance, apesar da volta de César. Na frente, as grandes novidades são os retornos de Gabigol, Bruno Henrique e Diego.

Covid no Flamengo: casos anteriores

Antes mesmo da volta aos treinos, no início de maio, três jogadores do Flamengo testaram positivo para covid-19, mas o clube não divulgou os nomes. Antes da final do Carioca, em julho, o lateral João Lucas foi diagnosticado e ficou fora da decisão. Dois meses depois, no começo de setembro, foi a vez dos goleiros Diego Alves e César. Duas semanas depois, viria o surto do Equador.

O Flamengo não foi o único gigante da América do Sul que sofreu um surto de covid-19 durante a disputa da Libertadores. O Boca Juniors chegou a ter 22 jogadores infectados antes do jogo contra o Libertad. Mas o clube argentino conseguiu liberar os jogadores que não tiveram sintomas há mais de dez dias, assim como fez o Flamengo.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes