Oitavas da Libertadores 2022: quem são os rivais dos times brasileiros

Palmeiras, Flamengo, Atlético-MG, Fortaleza, Athletico-PR e Corinthians disputam as oitavas de final da Libertadores em 2022

Seis equipes brasileiras disputam as oitavas de final da Libertadores em 2022. O sorteio da Conmebol definiu os oito jogos do mata-mata, com destaque para o adversário do Corinthians e o Fortaleza, que ficou com o favorito da competição. Para entender melhor o caminho de cada brasileiro na competição, conheça os adversários de cada um nas oitavas da Libertadores 2022.

Quem são os rivais dos brasileiros nas oitavas da Libertadores 2022

A taça da Libertadores é o objeto de maior desejo no futebol da América do Sul. Por outo lado, o caminho é longo e nada fácil até a final.

Em 2022, as equipes de Palmeiras, Flamengo, Atlético Mineiro, Fortaleza, Athletico Paranaense e Corinthians disputam as oitavas de final. Após o sorteio da Conmebol, cada um já conhece o seu adversário na primeira fase do mata-mata, assim como o caminho até a decisão do título.


Quer conhecer cada um dos rivais dos times brasileiros nas oitavas de final da Libertadores 2022? Confira a seguir tudo o que sabemos sobre cada um.

 

Cerro Porteño x Palmeiras

Atual campeão, o Palmeiras chega como favorito nas oitavas. Na fase de grupos, o alviverde venceu os seis confrontos, com 100% de aproveitamento ao marcar 25 gols.


O adversário do Palmeiras é o Cerro Porteño, do Paraguai. O elenco terminou em segundo lugar do grupo G com 8 pontos, com duas vitórias, dois empates e duas derrotas, com apenas 5 gols marcados.

No Campeonato Paraguaio, entretanto, aparece na vice-liderança com 38 pontos na primeira fase, colecionando 12 vitórias, 2 empates e 3 derrotas. Se quiser passar de fase, terá de se esforçar ao máximo para bater o Verdão.

O Cerro nunca conquistou a Libertadores. O máximo que conseguiu foi alcançar seis semifinais nos anos de 1973, 1978, 1993, 1998, 1999 e 2011.

 

Tolima x Flamengo

Este talvez seja um dos confrontos mais equilibrados da Libertadores. O Flamengo garantiu-se em primeiro lugar no grupo H com 16 pontos, com cinco vitórias e um empate mas, sob o comando do técnico Paulo Sousa, tem passado por dificuldades para se firmar dentro de campo, principalmente no Brasileirão.

Isso significa que, mesmo decidindo em casa, o Flamengo precisará de atenção redobrada. Em caso de derrota, uma provável crise pode se instalar dentro e fora dos gramados.


Do outro lado, o Tolima terminou em segundo no grupo D com 11 pontos, empatado com o Atlético Mineiro, mas atrás no saldo de gols. Foram três vitórias, dois empates e uma derrota, com 10 gols. Na última rodada, entretanto, o clube colombiano chegou a derrotar o próprio Atlético, além de superar também o América.

No Campeonato Colombiano, o Tolima está em primeiro no grupo B com 3 pontos, no quadrangular. Nunca ganhou a Libertadores, chegando longe apenas em 1982.

 

Emelec x Atlético-MG

Enfrentando o Emelec nas oitavas, o Atlético Mineiro é favorito. O Galo ficou na liderança do grupo D com 11 pontos, graças a diferença no saldo de gols com o Tolima. Com três vitórias, dois empates e uma derrota, promete passar com extrema facilidade.

O time do Emelec deixou a desejar no grupo A ao fechar em segundo lugar, com 8 pontos. Foram duas vitórias, dois empates e duas derrotas, com 14 gols ao todo. Mesmo com o alto número nas marcações, o elenco da temporada equatoriano não é dos melhores, deixando a desejar tanto na defesa como no ataque.

No Campeonato Equatoriano, está na sexta posição com 23 pontos, contabilizando seis vitórias, cinco empates e quatro derrotas, onde não vence por seis rodadas seguidas até 30 de maio.

O Emelec nunca venceu uma Copa Libertadores da América, disputando somente a semifinal de 1995.

 

Fortaleza x Estudiantes

A torcida do Fortaleza não gostou do resultado do sorteio da Conmebol, mostrando claramente certa preocupação com o seu adversário. O elenco cearense terminou em segundo lugar com 10 pontos depois de vencer três partidas, empatar uma e perder duas.

Tamanha preocupação se dá porque o Estudiantes, da Argentina, é um dos favoritos na competição. Líder do grupo C com 13 pontos depois de vencer quatro partidas, empatar uma e perder outra, o time marcou 8 gols.

O time argentino é, sem dúvidas, um dos mais disciplinados e regulares em seu desempenho na temporada. Pelo Campeonato Argentino não conseguiu chegar longe, mas os resultados na Libertadores mostram que não está para brincar.

O Estudiantes foi campeão por 4 vezes na história do torneio sul-americano, nos anos de 1968, 1969, 1970 e 2009.

 

Athletico-PR x Libertad

Adversários na fase de grupos, as equipes de Athletico Paranaense e Libertad se reencontram também no mata-mata na competição da Conmebol. Isso porque não há nenhuma restrição para equipes do mesmo grupo pelo sorteio.

O time paraguaio garantiu a liderança com 10 pontos, empatado com o Athletico mas com vantagem no saldo de gols. Foram três vitórias, um empate e duas derrotas, com 8 gols marcados.  Nas duas vezes que se enfrentaram, cada um venceu uma vez. Agora, vão jogar mais duas vezes.

No Campeonato Paraguaio o Libertad é líder com 44 pontos, tendo seis pontos de vantagem ao segundo colocado tendo 14 vitórias, 2 empates e uma derrota apenas.

Além disso, nunca foi campeão, mas já disputou as semis de 1977 e 2006.

 

Corinthians x Boca Juniors

O duelo entre Corinthians e Boca Juniors é o destaque da fase das oitavas. Não apenas por ser um grande clássico do futebol sul-americano, mas por não ter favorito e manter o equilíbrio dentro de campo entre os elencos.

Assim como Libertad e Athletico, os times do Corinthians e Boca também estavam no mesmo grupo pela primeira fase. O elenco argentino garantiu-se em primeiro lugar com 10 pontos, tendo três vitórias, um empate, duas derrotas e o total de 5 gols marcados.

Do outro lado, o Timão tropeçou na última rodada e ficou com a vice-liderança com 9 pontos, tendo duas vitórias, três empates e um jogo perdido na temporada, com o mesmo número de gols.

Tanto na Neo Química Arena como em La Bambonera, não há como ditar um favorito. No histórico de confrontos, se enfrentaram por 10 vezes, segundo o portal de dados O Gol, com 2 triunfos para o Corinthians, 5 empates e 3 vitórias para os argentinos.

O Boca Juniors foi campeão da Copa da Argentina nesta temporada, além de contabilizar 6 títulos da Libertadores nos anos de 1977, 1978, 2000, 2001, 2003 e 2007.

Oitavas da libertadores 2022
Time do palmeiras é o atual campeão. Foto: reprodução / cesar greco / palmeiras

Como ficou o chaveamento da Libertadores 2022?

O sorteio da Conmebol definiu não apenas os confrontos das oitavas, mas também o chaveamento da competição justamente para evitar a realização de outro sorteio.

De um lado, as equipes de Atlético Mineiro e Palmeiras podem se enfrentar nas quartas de final, assim como Fortaleza e Atlhetico Paranaense.

Do outro lado da chave, o Flamengo pode cruzar com o Corinthians também nas quartas de final, enquanto as equipes argentinas de Talleres, Vélez, River Plate e Colón não precisarão sequer deixar o país para disputar o mata-mata do torneio.

Com seis brasileiros e seis argentinos, as equipes tem mais chances de alcançar a glória da final do que os oponentes de cada chave.

Oitavas da libertadores 2022
Confira o chaveamento da libertadores 2022. Foto: reprodução / conmebol libertadores @libertadoresbr

Quando começa as oitavas da Libertadores?

Os jogos das oitavas de final da Libertadores vão acontecer de 28 até 7 de junho de 2022.

Disputados em ida e volta, os primeiros colocados vão jogar a partida de volta sempre em casa. Na ida, os jogos serão realizados em 28, 29 e 30 de junho na casa dos segundo lugares de cada grupo. Na volta, as partidas serão em 5, 6 e 7 de julho.

As quartas de final, seguindo o chaveamento da Libertadores, vão acontecer na primeira semana de agosto, dia 2, seguindo até o dia 11 do mesmo mês. Por fim, a semifinal deverá ser realizada entre 30 de agosto até 7 de setembro deste ano.

A final está marcada para 29 de outubro, no sábado a tarde, em Guayaquil, no Equador.

Você pode gostar também