Paulistão terá treinador estrangeiro campeão pela 9ª vez; veja a lista

Assim como nesta temporada, nas outras oito, apenas técnicos de Palmeiras ou São Paulo ficaram com o título.

Com o treinador português Abel Ferreira e o argentino Hernán Crespo, na final do Paulistão 2021, uma coisa está definida: um técnico estrangeiro vencerá o Estadual. No entanto, o fato não é novidade na competição e esta será a 9ª vez que um gringo fica com a taça. O curioso é que nas outras oito oportunidades, os vencedores eram comandantes ou do Tricolor ou do Alviverde. Veja então uma lista de treinador gringo campeão do Paulistão.

Treinador estrangeiro campeão do Paulistão

A primeira vez que um técnico de fora venceu o principal Estadual do país ocorreu em 1933. Ainda pelo Palestra Itália, o uruguaio Humberto Cabelli ficou com a taça e na temporada seguinte, seu compatriota Ramon Platero levou a equipe palestrina ao título novamente. Logo após seis anos sem um treinador gringo ficar com o troféu de campeão do Paulistão, o italiano Caetano de Domenico conquistou o caneco com o clube Alviverde.

Na década seguinte, os gringos dominaram a competição. O São Paulo conseguiu vencer o torneio com o português Jorge Gomes de Lima, o Joreca, em 1943, 1945 e 1946. Por outro lado, o uruguaio Ventura Cambon conquistou a taça em 1944 e 1950 com o Palmeiras. Logo depois, o Tricolor voltou a vencer o Estadual em 1953 com o argentino Jim Lopes e em 1957 com o húngaro Bela Guttman.

São Paulo ganhou Paulistão em 1957 com Bela Gutmann no comando
São Paulo ganhou Paulistão em 1957 com Bela Gutmann no comando (Foto: Reprodução/sãopaulofc.net)

Por fim, segundo a FPF, o argentino José Poy é o último treinador estrangeiro campeão do Paulistão até então, ao vencer o torneio em 1975 pelo time do Morumbi. O curioso é que, 18 anos antes, na conquista do Tricolor com o húngaro Bela Guttman, Poy estava no elenco e jogou como goleiro titular da equipe.

Lista de técnico estrangeiro campeão do Paulistão:

  • Humberto Cabelli – Uruguai (Palmeiras, 1933/34)
  • Ramon Platero – Uruguai (Palmeiras, 1934)
  • Caetano de Domenico – Itália (Palmeiras, 1940)
  • Jorge Gomes de Lima, Joreca – Portugal (São Paulo, 1943, 1945/46)
  • Ventura Cambon – Uruguai (Palmeiras, 1944, 1950)
  • Jim Lopes – Argentina (São Paulo, 1953)
  • Bela Guttman – Hungria (São Paulo, 1957)
  • José Poy – Argentina (São Paulo, 1975)

Final histórica entre gringos

Se por um lado, um treinador estrangeiro campeão do Paulistão não é novidade, por outro, é a primeira vez que dois gringos se enfrentam na final do torneio. Em 1944, a competição era disputada por pontos corridos e dois técnicos brigaram ponto a ponto pelo título. De um lado, o uruguaio Ventura Cambon pelo Palmeiras e do outro o português Joreca pelo São Paulo.

Ambos até se enfrentaram na competição, mas devido ao formato do torneio, não havia uma final como em competições eliminatórias. Naquele ano, o treinador Alviverde ficou com o caneco e na partida entre as equipes, vitória para o time do Palestra Itália, por 3 a 1.

Palmeiras campeão em 1944 ainda na época dos pontos corridos
Palmeiras campeão em 1944 ainda na época dos pontos corridos (Foto: Reprodução/palmeiras.com)

Campeonato Paulista 2021

A final do Paulistão 2021 terá jogos de ida e volta entre Palmeiras e São Paulo. Por tem a melhor campanha, os tricolores possuem o direito de decidir o título em casa. Por isso, o primeiro jogo ocorre no Allianz Parque, nesta quinta (20), às 22h. Já no jogo da volta, o Estádio do Morumbi recebe o clássico Choque-Rei, no domingo (23), às 16h.

+ Final do Cariocão 2021: onde será o jogo do Flamengo e Fluminense?

+ Jogos da Libertadores 2021: saiba onde assistir a 5ª rodada

+ Patrocínios no uniforme do Flamengo 2021: quanto o clube recebe?

 

Você pode gostar também
buy cialis online