Presidente do Atlético-GO tira máscara de repórter e defende Bolsonaro

Após a vitória do Atlético contra o Flamengo na última rodada, presidente conversou com jornalistas

O presidente do Atlético-GO, Adson Batista, protagonizou uma cena polêmica na última quinta-feira, 09/12, durante a entrevista coletiva após a vitória do clube contra o Flamengo por 2 a 0. Ao ser questionado sobre o trabalho do atual técnico, o dirigente puxou a máscara do jornalista e reafirmou o apoio ao presidente Bolsonaro. O episódio viralizou nas redes sociais.

Presidente do Atlético-GO tira máscara de repórter em entrevista coletiva

O Atlético Goianiense venceu o Flamengo na última rodada do Brasileirão por 2 a 0, com gols de Lucas Gabriel e Jonas Toró, jogando no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia. Porém, não foi o resultado quem chamou a atenção e sim o episódio envolvendo o presidente do clube goiano, Adson Batista.

Como de praxe, os profissionais da imprensa se reuniram para fazer perguntas ao dirigente. Foi neste momento que Juliano Moreira, repórter da rádio Band News, questionou o presidente sobre o trabalho do técnico Marcelo Cabo, comandante do time que evitou o rebaixamento na temporada. Antes de responder, Adson puxa a máscara do repórter e se irrita com o uso do acessório no rosto do rapaz.

 

“-Presidente, Marcelo Cabo atingiu todos os objetivos? 

-Nós somos Bolsonaro, para com esse negócio, tira a máscara. Eu sou, mas até quando, eu não estou vestindo camisa mas eu sou verdadeiro. Olha, com toda a sinceridade, o Marcelo já tinha resolvido isso há muito tempo, eu sou um homem de palavra.”

Minutos depois, a cena foi parar nas redes sociais com indignação de muitos torcedores, seguido de reclamações sobre a postura do presidente do clube.

Assista ao vídeo do momento em que o presidente do Atlético-GO puxa a máscara do repórter em entrevista.

Polêmicas de Adson Batista

Esta não é a primeira polêmica que Adson Batista se envolve. Em junho de 2021, após a vitória do Atlético contra o São Paulo no Campeonato Brasileiro, o presidente do clube goiano se pronunciou em entrevista coletiva sobre a polêmica Copa América no Brasil, além de criticar o técnico Tite em diversas maneiras.

“O Tite tá de brincadeira né Tite? Fica aí filosofando, esquerdista, enxerga futebol né? Vem ver o Atlético, o futebol não tem CEP, não tem endereço, ele brota em todo lugar. O Atlético jogou muito bem. Ontem eu vi o jogo da Seleção e que jogo ruim, hein? Pelo amor de Deus, povo só querendo politicar, não vou fazer Copa América e blábláblá…. pô, cara, a melhor coisa do mundo é jogar futebol, ter alegria, fazer o que mais gosta, dedicar a profissão.

É fantástica a Copa América no Brasil, e os caras ficam com essas conversinhas aí, né? Eu fico preocupado com a CBF, que falta um comando forte”.

Em julho, Adson testou positivo para Covid-19 e precisou se afastar por semanas da diretoria do clube. De acordo com o portal UOL, ele teve 40% do pulmão danificado por decorrências de complicaçõe da doença. Quando recuperado, o perfil oficial do Atlético celebrou o retorno do dirigente ao trabalho.

 

Leia também:

Quem caiu para a Série B de 2022? Veja o sobe e desce no futebol

Você pode gostar também