Ceni tem 2º pior aproveitamento do Flamengo em 10 anos; veja números

Técnico soma 12 jogos, mas com quatro vitórias, quatro derrotas e quatro empates; desempenho deixa sonho de título do Fla mais distante.

O aproveitamento de Rogério Ceni no Flamengo até então, é decpcionante. Após um ótimo trabalho no Fortaleza, onde conquistou a Copa do Nordeste e o Brasileiro da Série B, o treinador se transferiu ao Rubro-negro para alçar vôos maiores, mas o desempenho até agora é um dos piores no últimos 10 anos da equipe.

A derrota para o Ceará neste domingo (10), no Estádio do Maracanã, por 2 a 0, ligou o sinal de alerta no clube. A equipe segue sem vencer em 2021, e então a pressão sob Rogério Ceni aumentou nos últimos dias.

Ceará venceu Flamengo por 2 a 0, no Maracanã
Ceará venceu Flamengo por 2 a 0, no Maracanã (Foto: Fausto Filho/Ceará)

Aproveitamento de Ceni no Fla

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em 12 jogos no comando do Fla, o treinador acumula, quatro vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Com este desempeho, Ceni tem 44.4% de aproveitamento no Flamengo, números que colocam o treinador com o segundo pior aproveitamento, mas desde 2011.

Além dos resultados e desempenho abaixo do esperado, as eliminações recentes na Libertadores (nas oitavas de final para o Racing) e então na Copa do Brasil (nas quartas para o São Paulo), são outros pontos negativos do trabalho do treinador.

+Santos vence clássico com time misto diante do São Paulo

Piores aproveitamentos

  • Ney Franco (2014) — 14%.
  • Rogério Ceni (2020) — 44.4%
  • Cristóvão Borges (2015) — 46%
  • Mano Menezes (2013) — 50%
  • Oswaldo de Oliveira (2015) — 50%

No entanto, mesmo com semanas livres para treinar após as eliminações, o futebol da equipe não aparenta evolução. O aproveitamento de Ceni no Flamengo é superior ao de Ney Franco, que comandou a equipe em 2014, mas realizou apenas 14 jogos.

Melhores aproveitamentos

  • Jorge Jesus (2019-2020) — 81,3%.
  • Abel Braga (2019) — 71%
  • Carpegiani (2018) — 70,6%
  • Dorival Júnior (2018) — 66,7%
  • Domènec Torrent (2020) — 64,1%

Lista completa

  • Maurício Barbieri (2018) — 64%
  • Zé Ricardo (2016-2017) — 62%
  • Jayme de Almeida (2013/2014) — 62%
  • Vanderlei Luxemburgo (2014-2015) — 60,5%
  • Joel Santana (2012) — 60%
  • Jorginho (2013) — 59,5%
  • Vanderlei Luxemburgo (2010-2012) — 58%
  • Muricy Ramallho (2016) — 58%
  • Reinaldo Rueda (2017) — 52%.
Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes