Rússia é banida das Olimpíadas 2021 e Copa do Mundo 2022

Decisão da Corte Arbitral do Esporte (CAS) proíbe o país de participar dos grandes eventos esportivos até 16 de dezembro de 2022.

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) decidiu proibir a Rússia de usar seu nome, sua bandeira e seu hino nas competições dos próximos dois anos. Com a medida, a Rússia então está banida das Olimpíadas de Tóquio-2021, dos Jogos de Inverno, em Pequim-2022, e da Copa do Mundo, no Catar, também em 2022.

No entanto, atletas e times russos poderão competir nas Olimpíadas e em outros eventos, mas não com uniformes e bandeiras do país. Confirmando-se que não estão envolvidos em escândalos de doping, esses atletas poderão competir, usando uma vestimenta que contenha as palavras ‘Atleta Neutro’.

+ São Paulo vence Atlético MG por 3 a 0 e abre sete pontos na liderança

“O painel do CAS determinou por unanimidade que a RUSADA (Agência de Antidoping da Rússia) não está em conformidade com o Código Anti-Doping Mundial (WADC) em conexão com sua falha em obter a entrega dos dados subjacentes para a WADA”, disse o tribunal.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Rússia banida das Olimpíadas e da Copa do Mundo: entenda

A Agência Mundial Antidoping (Wada) havia decidido banir a Rússia de grandes competições esportivas durante quatro anos. O fato ocorreu pois os russos adulteraram um banco de dados do laboratório de testes de Moscou, que continha evidências prováveis ​​para processar por violações de doping.

Entretanto, a medida que antes era de quatro anos, agora passou para apenas dois. Mas, mesmo assim, os russos não competirão nas Olimpíadas e Copa do Mundo, isso porque, a punição será até 16 de dezembro de 2022. As Olimpíadas tem previsão para início em julho de 2021, e a Copa para o final de novembro em 2022.

Punição dos russos diminuiu de quatro para dois anos
Punição dos russos diminuiu de quatro para dois anos (Foto: David J. Phillip/AP)

O país também não poderá organizar grandes eventos esportivos em seu território. No entanto, a Eurocopa 2020 não corre perigo de perder São Petersburgo como uma das 12 sedes. Isso porque a competição não está categorizada no grupo nos eventos restringidos.

Por fim, o hino nacional russo está proibido de ser tocado ou cantado nos locais oficiais de eventos. A punição termina em 16 de dezembro de 2022.

 

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes