Navegar por categoria

Finanças

Veja as principais notícias sobre Finanças no DCI. Análises, Mercado e gestão.

Finanças

Conforme definição do Novíssimo Dicionário de Economia, esta é a “área da economia que engloba os ramos de atividade e os processos relacionados com a gestão dos recursos públicos, privados, dinheiro, crédito, títulos, ações e obrigações pertencentes ao Estado, às empresas e aos indivíduos. Refere-se ao sistema financeiro, que engloba os estabelecimentos financeiros e seus agentes: bancos centrais, bancos comerciais, bancos de desenvolvimento, de investimentos, instituições não-bancárias de crédito (como, por exemplo, as associações de poupança e empréstimos), instituições cooperativas, sociedades de investimento, casas de câmbio, Bolsas de Valores, corretoras e agentes intermediários na colocação de valores.

As finanças constituem representações simbólicas e indiretas de atividades econômicas reais. Os papéis financeiros, por exemplo, representam e promovem fenômenos econômicos, como a transferência de fundos acumulados por pessoas ou entidades, destinados ao pagamento de, em última instância, algum trabalho produzido. A poupança é também parte importante das finanças e constitui o produto do trabalho que excede as necessidades da população. Numa sociedade monetarista, a poupança é encaminhada ao setor financeiro para ser acumulada e aplicada. No regime capitalista, a captação da poupança é realizada por empresas privadas. Num regime socialista, é o Estado que monopoliza a captação da poupança. As instituições financeiras são entidades que se dedicam à captação, intermediação e aplicação de recursos financeiros.

Podem ser públicas ou privadas e, no Brasil, devem ter autorização do Banco Central para operar. Se forem empresas estrangeiras, necessitarão de autorização de funcionamento por meio de decreto do poder executivo. As principais instituições no Brasil são: Conselho Monetário Nacional, Banco Central do Brasil, Banco do Brasil, Banco de Desenvolvimento
Econômico e Social (BNDES), Banco Nacional
da Habitação (BNH).”