Publicado em

O conselho de administração da fabricante de cosméticos Natura aprovou a emissão no mercado internacional de até US$ 1,15 bilhão em títulos de dívida, de acordo com fato relevante divulgado pela empresa ontem (18).

Os recursos captados, segundo a Natura, serão utilizados para repagamento de parte da dívida da companhia decorrente da emissão de R$ 3,7 bilhões em notas promissórias emitidas para financiar a aquisição da The Body Shop International.

A Natura anunciou em junho passado a compra de 100% da marca britânica The Body Shop, que pertencia à francesa L'Oreal, numa operação de cerca de 1 bilhão de euros.

Influenciada pela tomada de empréstimos para compra da The Body Shop, a Natura viu a relação dívida líquida sobre Ebitda, que era de 1,47 vez em setembro de 2016, subir para 3,52 vezes no fim do terceiro trimestre de 2017.

Em novembro do ano passado, executivos da empresa disseram que a Natura queria acelerar o processo de desalavancagem financeira após a compra da The Body Shop. / Reuters