Seguradora Mongeral Aegon avança no público de cooperativas

A seguradora Mongeral Aegon registrou crescimento de 19,1% em novas vendas em 2017, embalada pelo início das operações da Sicoob Seguradora Vida e Previdência.

A seguradora Mongeral Aegon registrou crescimento de 19,1% em novas vendas em 2017, embalada pelo início das operações da Sicoob Seguradora Vida e Previdência, em parceria com o Banco Cooperativo do Brasil (Bancoob). O principal produto dessa iniciativa junto às cooperativas é o seguro de vida com coberturas para morte ou invalidez. Essa parceria já representa quase 15% de nossas vendas. “O Bancoob tem um público potencial de 4 milhões de cooperados e 2,6 mil pontos de atendimento em todo o Brasil”, afirmou o diretor financeiro da Mongeral Aegon, Raphael Barreto. Segundo o balanço divulgado, o faturamento isolado da Mongeral Aegon atingiu R$ 1,2 bilhão no ano passado, enquanto a Sicoob Seguradora Vida e Previdência contribuiu com R$ 154 milhões para o resultado geral do ano. “Está no nosso planejamento oferecer produtos de previdência privada mais simples, como o VGBL para esse público”, apontou o diretor.

SeguradoraObjetivo da seguradora é manter crescimento

As provisões técnicas da Mongeral Aegon superaram o montante de R$ 1 bilhão, registrando 9,6% de aumento em relação ao ano de 2016. O capital segurado superou R$ 334 bilhões no total, alta de 8,2% sobre o ano anterior. Nossos resultados financeiros não sofreram com a queda da taxa Selic. “Trabalhamos com o casamento de prazos, e de ativos e passivos nas reservas’, diz. Para 2018, Barreto diz que o objetivo da seguradora é manter o crescimento em dois dígitos nas receitas e alcançar lucro de R$ 40 milhões. Em 2017, o lucro foi de R$ 26,9 milhões, aumento de 4,1% em relação a 2016. Investimos R$ 30 milhões em tecnologia e gestão , justificou o diretor financeiro. A instituição reporta seus resultados para acionistas brasileiros e holandeses. Na área de seguros, as despesas com benefícios pagos totalizaram R$ 366 milhões no ano passado. Já o segmento de previdência respondeu por cerca de 5% da arrecadação. Nosso principal foco é a cobertura de riscos de vida e de invalidez , ressaltou Barreto.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.