Reunir todos os documentos facilita preenchimento do IR

Dados de salários e Previdência Social e os financeiros de conta corrente e aplicações estão entre os principais

Juntar os documentos do IR que serão necessários é meio caminho andado para preencher sua declaração deste ano.

O programa já recupera muitas informações do ano anterior. E na declaração pré-preenchida muitos dados serão lançados automaticamente.

Informes de rendimentos e recibos de despesas são  fundamentais na declaração

Ter esses os documentos do IR em mãos facilita e agiliza o preenchimento, evita que você lance dados errados e permite fazer a declaração sem maiores atropelos.

Entre os principais estão os informes de salários, de quanto você ganhou, como holerites ou informes da Previdência Social; os informes de sua conta corrente e de suas aplicações, que são facilmente obtidos pelo internet banking.

Separe também escrituras que contenham os dados de seu imóvel, os documentos do carro.

Recupere também os recibos de pagamento a médicos, dentistas, escolas, planos de saúde, hospitais, a laboratórios e outros profissionais e serviços da saúde.

Se tem imóvel e recebeu aluguel, peça à imobiliária o total recebido ou confira com o inquilino o valor exato que ele vai lançar na declaração dele de pagamentos feitos a você.

Feita e entregue a declaração, você deve guardar os papeis por cinco anos. É o tempo legal em que a Receita Federal pode pedir algum esclarecimento.

Lista de documentos a providenciar  

1 – Informes de rendimentos do trabalho

2 – Informes do banco, conta corrente, aplicações, etc.

3 – Recibo de aluguel recebido do inquilino

4 – Recibos de saúde, pagamentos feitos a profissionais e empresas de saúde, e comprovantes de pagamento a planos de saúde.

5 – Recibos de educação, pagamentos a cursos regulares, de creche a doutorado

6 – Previdência privada, comprovante de contribuição e também de retiradas

7- Comprovante de pagamentos de financiamentos

8 – Papelada de compra ou venda de imóvel, contrato da operação, com dados de vendedor e comprador e valores envolvidos

9 – Autônomo: quem trabalha por conta própria precisa reunir os recibos de recolhimento mensal de IR, feito pelo Darf.

10 – Compra e venda de ações: contribuinte deve utilizar o controle feito por ele próprio ou pela corretora, se for o caso, com a apuração mensal de imposto.

11 – Comprovante de doações em espécie e de bens, com nome e CPF do beneficiário e valor em espécie ou do bem doado.

12 – Comprovante de doações sociais aos Fundos da Criança e do Adolescente e do Idoso, e de incentivos fiscais para cultura, audiovisuais, desporto, etc.

13 – CPF de dependentes

14 – Nome e CPF para quem é paga pensão alimentícia

 

Você pode gostar também
buy cialis online