Marilyn Monroe: da infância complicada ao estrelato

Descubra o que levou Marilyn Monroe da infância difícil na Califórnia para o estrelato nacional e atualmente, o reconhecimento mundial.

0 141

Que Marilyn Monroe é um sucesso, isso ninguém nega. Apesar do seu falecimento em 1962, a atriz permanece viva na memória de amantes do filme, da fotografia e de até quem não era vivo na época.

Isso se deve ao fato de suas imagens terem marcado a história, como a performance -com o vestido rosa e os diamantes- em “Os homens preferem as loiras” e a icônica fotografia do vestido branco esvoaçante no longa “O Pecado Mora ao Lado”.

 

História

 

Marilyn Monroe jovem
Imagem: Reprodução / Getty Images via Harpers Bazaar

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O fenômeno Marilyn Monroe nasceu em primeiro de junho de 1926, em Los Angeles, na Califórnia. Sua mãe Gladys Pearl Monroe era editora de filmes e seu pai, por outro lado, era um mistério. Por isso, Marilyn recebeu o registro do segundo marido de Gladys.

Monroe passou a infância em orfanatos e casas de família, uma vez que sua mãe possuía problemas financeiros e psicológicos. Então, em 1934, a mãe de Marilyn teve um colapso mental. O diagnóstico foi de esquizofrenia e por isso, uma amiga Grace  recebeu a guarda da menina, até que o emprego de seu marido obrigou-os a se mudar da Califórnia.

Porém, as leis do estado não permitiam que Marilyn fosse com eles. Então, Grace arranjou um casamento para a menina, que saiu da escola e formou uma união matrimonial aos 16 anos, com o vizinho que tinha 21. Dois anos depois, entretanto, Monroe se mudou para a casa dos pais do rapaz, uma vez que o exército o chamou para cumprir ordens fora dos Estados Unidos.

Nessa época, Marilyn Monroe começou a trabalhar numa fábrica de munições, e foi lá que ela conheceu Davis Conover, um fotógrafo que retratou a menina para uma matéria sobre trabalho feminino. Foi com essa oportunidade que Marilyn começou sua carreira de modelo.

 

Vida profissional da Marilyn Monroe

 

Marilyn Monroe filmografia
Marilyn Monroe no filme “Os homens preferem as loiras”. Imagem: Reprodução / Associated Press

 

Apesar da vida pessoal de Marilyn Monroe receber muita atenção, ela também merece destaque pela carreira profissional, uma vez que ela foi uma notável atriz e modelo.

Inicialmente, Marilyn conquistou fama devido ao seu tino para ser fotografada. A profissional, aliás, foi a primeira pessoa a estrelar a capa da Playboy, em 1953.

Seu sucesso no cinema, por outro lado, só veio no mesmo ano da Playboy. Apesar das aulas de teatro nos anos 40, e os contratos assinados anteriormente com a Twenty Century Fox e a Columbia Pictures, seu talento recebeu notoriedade depois que ela se tornou um símbolo sexual.

Então, ainda em 1953, Marilyn Monroe estrelou “Os Homens Preferem as Loiras” e chamou atenção pela sua beleza inigualável e seu tino para a comédia. Outro filme famoso do mesmo ano é “Torrentes de Paixão”, que a eleva ao estrelato.

Apesar do falecimento precoce aos 36 anos, Marilyn estrou em mais de 20 títulos. O último projeto da atriz foi “Os Desajustados” (1961), que na época foi um fracasso de bilheteria, mas que em 2015 o British Film Institute (BFI) o nomeou como um “drama poderoso”.

 

Polêmicas relacionadas à Marilyn Monroe

 

Marilyn Monroe polêmicas
Imagem: Reprodução / Getty Images via Harpers Bazaar

 

Entre as polêmicas que giram em torno da vida de Marilyn Monroe uma das mais debatidas são os casos extraconjugais que a atriz teve com os membros da família Kennedy. John e Robert eram, respectivamente, presidente e senador dos Estados Unidos na época das relações.

O affair com John Kennedy tomou proporções maiores principalmente devido a apresentação que a atriz fez em maio de 1962, em homenagem ao aniversário do presidente. Nesse dia conta-se que Marilyn cantou “Parabéns para você” de uma maneira extremamente sensual, o que teria inflamado os rumores do romance.

Ademais, o falecimento da cantora também tem polêmicas que envolvem os Kennedy. Em 5 de agosto de 1962, depois de três meses da performance de aniversário do presidente, a cantora faleceu na sua casa em Los Angeles. Na situação, ela estava segurando um telefone e um vidro de sedativos. Apesar das investigações concluírem suicídio, a mídia na época relatou o fato como muito misterioso.

A teoria da conspiração é que os Kennedy seriam os mandantes do assassinato. Isso porque eles temiam que os casos românticos tomassem proporções maiores. Além disso, há quem diga que durante as investigações houve sumiço de documentos e algumas parte do corpo da cantora não participaram da biópsia.

Outra curiosidade da vida da atriz é que o FBI já a investigou por possível relação com a União Soviética. Isso ocorreu na época do seu casamento com Arhur Miller, que também era suspeito. Marilyn chamou a atenção do governo norte-americano depois que entrou com pedido da visto para o país socialista.

 

Curiosidades da vida Marilyn Monroe

 

Marilyn Monroe fotos
Imagem: Reprodução / Getty Images via Harpers Bazaar

 

Por fim, confira algumas curiosidades sobre a vida agitada da atriz hollywoodiana Marilyn Monroe.

 

  • Mudanças de nome: Incialmente seu era Norma Jeane Baker. Porém, logo em seguida, ela pegou o sobrenome do seu padrasto, e se tornou Norma Jeane Mortenson. Então, durante a época como top model, ela utilizou os nomes Jean Norman e Mona Monroe, até que em 1956 a atriz mudou legalmente para Marilyn Monroe.
  • Casamentos: Marilyn se casou três vezes. O primeiro casamento, como citado anteriormente, foi quando ela tinha somente 16 anos. Em seguida, o segundo casório foi com 28 anos, ao lado do jogador de beisebol Joe DiMaggio. Por fim, o último matrimônio da modelo ocorreu aos 35 anos, com o dramaturgo Arthur Miller. Entretanto, há rumores de que Frank Sinatra iria pedí-la em casamento, caso a atriz não tivesse falecido em agosto de 1962.
  • Abortos: segundo a biografia da celebridade, da autora Norman Mailer, Marilyn passou por pelo menos 12 abortos durante a sua vida. Uma das explicações é que a atriz possuía endometriose. Ademais, em 2018 o governo dos Estados Unidos divulgou documentos que alegavam que Monroe realizou um aborto, fruto do caso com o senador norte-americano Robert Kennedy.
Informar Erro
Fonte British Film Institute Área de Mulher Wikipedia

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes