Day trade: descubra o que é e confira dicas para quem quer ser trader

Operar no Day trade é forma de tentar obter ganhos rápidos que exige técnica e conhecimento

Buscar rendimentos no curtíssimo prazo num cenário de muita volatilidade caracteriza as operações no Day trade, que não são para qualquer um e trazem riscos

O chamado Day trade é definido como uma estratégia de compra e venda de ativos que acontece no mesmo pregão, ou seja, no curtíssimo prazo. O objetivo é lucrar vendendo o ativo por um preço maior que o da compra.

Normalmente, faz Day trade o investidor que tem perfil mais arrojado e não se importa em correr mais riscos se também puder ganhar mais. Vale usar até robôs que auxiliam na tomada de decisão. Mas, fazer Day trade, naturalmente, não é para qualquer um. Será que é para você?

 

Como fazer Day trade?

 

Primeiramente, quem faz Day trade é o chamado trader, que até pouco tempo era um profissional normalmente alocado em uma corretora de valores e com muito conhecimento técnico, além de cursos sobre o mercado.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Com o pregão online e, mais recentemente, o isolamento social, muita gente passou a se aventurar no Day trade por conta própria mesmo. Afinal de contas, em teoria basta abrir uma conta em corretora e começar.

Um trader, por exemplo, pode comprar uma ação X às 11h por R$ 21,00. Logo depois, pode vendê-la por R$ 22,00 e ganhar com a diferença.  De forma geral, a idéia é comprar por menos e vender por mais. Nem sempre, porém, isso pode dar certo.

Para começar, é preciso entender quando uma ação está em alta ou em baixa. Para isso, é preciso muito conhecimento de análise técnica e fundamentalista, além de estratégias diárias.

 

Vale a pena ser trader?

 

Quem quer ser um trader normalmente é um investidor com perfil mais agressivo, ou seja, que suporta mais riscos em nome de um potencial ganho maior.

Isso significa que da mesma forma que dá para ter muitos ganhos fazendo Day trade, também dá para perder.

Um estudo recente de pesquisadores da Fundação Getúlio Vargas (FGV) indicou que dentre 1.551 investidores pessoa física que faziam transações de curto prazo, apenas 1,1% tiveram retorno líquido médio superior a um salário mínimo no período de um ano.

Além disso, o mesmo estudo mostra que só 0,5% dos traders acompanhados em 300 pregões tiveram ganho maior que ao de um salário médio de um atendente de agência bancária. Ainda assim, é preciso pesar se os riscos são válidos.

Para avaliar se vale a pena entrar nessa, primeiramente entenda seu perfil de investidor, avalie sua aversão a risco e busque estudar o mercado para identificar boas oportunidades.

 

Day trade: você sabe o que é?
Imagem: Reprodução/ Unsplash

 

Como estudar para fazer Day trade?

 

Ficou interessado em estudar para fazer Day trade? Então saiba que além de cursos sobre o mercado e análises técnica e fundamentalista, é preciso investir no controle das emoções e da paciência.

O especialista em investimentos e sócio da BRA, João Beck, dá algumas dicas para quem quer aprender a manter o equilíbrio emocional ao investir:

 

– Faça um bom planejamento

Antes de mais nada, o especialista explica que as operações Day trade, apesar de não oferecerem riscos de Gaps (alta ou queda forte na abertura), são operações mais estressantes. “Comece investindo pouco e vá colocando mais aos poucos conforme for se sentindo mais seguro, com mais conhecimento e experiência.”, explica.

 

– Tenha disciplina para fazer Day trade

Evitar agir por impulso é essencial, já que comportamentos imprevisíveis e fora dos planos pode levar a erros. “Não operar é também operar. Saiba quando é a hora de esperar outra oportunidade para fazer alguma operação. Não se deixe levar pela ganância de querer ganhar a qualquer custo e a qualquer risco.”

 

– Aceite e se prepare para as perdas

Segundo Beck, um grande erro no Day trade é não aceitar a perda e tentar recuperar a todo custo. “A bolsa funciona de segunda a sexta, todos os dias, exceto feriados. Outras oportunidades virão.”

 

– Estude

Estudar e praticar é fundamental para gerar segurança, assim como entender melhor sobre os investimentos que te interessam. “Mantenha-se sempre atualizado sobre as notícias do mercado. Procure um assessor de investimentos para tirar dúvidas e buscar informações. Converse com outros investidores e troque experiências.”

 

– Cuide da saúde mental

Finalmente, o especialista explica que muitos erros em operações Day trade são cometidos por conta de investidores que estão com a ansiedade mais aflorada ou se sentindo estressados por algum motivo pessoal. “Evite deixar que as emoções externas influenciem na racionalidade que o trader precisa ter no dia a dia. Se não estiver se sentindo bem, deixe de lado as operações até que possa voltar com a mente mais leve e positiva.”

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes