Eleições 2020: com Covid, Guilherme Boulos não deve votar no domingo

De acordo com a nota da campanha, Boulos não apresenta qualquer sintoma da doença e vai seguir em quarentena pelo período necessário.

Guilherme Boulos (PSOL), candidato à Prefeitura de São Paulo, foi diagnosticado com Covid-19. Por isso, o debate da Globo que estava previsto para hoje (27/11), ao lado de Bruno Covas, foi cancelado. Além disso, político não poderá votar no domingo (29), quando ocorre o segundo turno das eleições 2020.

De acordo com a nota da campanha, Boulos não apresenta qualquer sintoma da doença e vai seguir em quarentena pelo período necessário.

O candidato do PSOL fez o teste para o coronavírus porque, na segunda-feira, a campanha foi informada que a deputada Sâmia Bonfim, também do PSOL, que esteve com ele em agenda pública na semana passada, havia testado positivo.

“Diante do resultado positivo, Guilherme Boulos irá cumprir o protocolo de quarentena pelo período necessário. Toda a equipe que trabalha na campanha e que tem contato próximo com o candidato será testado a partir de agora”, diz a nota.

Eleições 2020 – eleitor com Covid deve ficar em casa

De acordo as regras de conduta para as eleições 2020, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), eleitores com sintomas ou quadro confirmado de Covid-19 não devem comparecer à votação. Assim, quem apresentar febre no dia de votar ou tiver sido diagnosticado com o vírus nos 14 dias antes não deve participar das eleições. Não há, porém, uma proibição para o comparecimento desses eleitores.

Veja nota da campanha de Guilherme Boulos na íntegra

“Comunicamos que o candidato Guilherme Boulos testou positivo para Covid-19 na tarde desta sexta-feira, mesmo sem apresentar qualquer sintoma da doença.

Na segunda-feira, a campanha foi informada de que a deputada Sâmia Bonfim, do PSOL, que esteve em uma agenda pública da campanha na sexta-feira passada, havia testado positivo. No encontro, Boulos e Sâmia seguiram todas as medidas sanitárias recomendadas, como uso de máscaras e álcool em gel.

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, Guilherme Boulos suspendeu as atividades de rua, dedicou-se a agendas em locais reservados e com público restrito, sempre resguardando as recomendações sanitárias, e fez o teste RT-PCR.

Diante do resultado positivo, Guilherme Boulos irá cumprir o protocolo de quarentena pelo período necessário. Toda a equipe que trabalha na campanha e que tem contato próximo com o candidato será testado a partir de agora.

O candidato reforça a preocupação que tem afirmado nos últimos dias sobre os indícios de uma segunda onda da pandemia, até aqui negligenciada pelos governos estadual e municipal, responsáveis pela aplicação das medidas

A campanha seguirá atuante nesta reta final para apresentar o projeto de mudança que São Paulo precisa e fazer a esperança que a gente vê nas ruas desaguar numa vitória no próximo domingo.”

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes