Eleições 2020: como baixar o aplicativo e-título para votar

Aplicativo é a versão digital do título de eleitor e pode ser usado nas Eleições 2020, como um documento de identificação

O aplicativo e-Título chegou para facilitar a vida do eleitor brasileiro nas Eleições 2020. Além de prático e digital, ele é fácil de baixar e pode ser usado como substituto de um documento de identificação, caso o eleitor não tenha o título impresso no dia da votação.

A plataforma já foi utilizada em eleições passadas e, com o distanciamento social evitando o contágio do coronavírus, na pandemia de 2020, o uso do aplicativo ganhou ainda mais força.

Passo a passo para baixar o e-Título para as Eleições 2020

  • Procure por e-Titulo no PlayStore e na AppleStore(IOS);
  • Baixe o aplicativo gratuitamente;
  • Preencha as informações como: nome completo, data de nascimento, tipo de documento (CPF ou título de eleitor), nome da mãe (se constar) e nome do pai (se constar);

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Eleições 2020: como baixar e usar o e-titulo
Passo a passo de como se cadastrar no e-Título

 

  • 4 – Responda ao questionário pessoal (nele contem algumas informações de onde é o local de votação do eleitor e também cidade e Estado de votação)
  • 5- Crie senha de seis dígitos;
  • 6 – O e-Título está criado.
Como usar o e-título nas Eleições 2020
Não esqueça de acrescentar a foto de identificação. Foto: Reprodução

Caso o eleitor tenha alguma dificuldade com o app ou apresente algum erro ao final do procedimento, o TSE recomenda que entre em contato com o Tira Dúvidas através do WhatsApp (61) 9637-1078.

Vale lembrar que só será possível votar com o e-Título sem a necessidade de documento de identidade oficial com foto, desde que o eleitor já tenha feito o recadastramento biométrico e o aplicativo tenha foto.

O aplicativo também dá informações completas das zonas e seções eleitorais, além de fornecer também, informações sobre o local exato de votação do eleitor. Outras informações como quitação eleitoral também estão na plataforma.

O e-Título terá opção de justificar a ausência do eleitor no dia da votação (das 7h às 17h) por meio do geolocalizador do celular, que venha comprovar que o mesmo esteja fora do domicílio eleitoral.

Confira o que mudou nos horários de votação

Em decorrência da pandemia do coronavírus e para evitar a proliferação da doença, o TSE tomou algumas medidas protetivas de biossegurança nas Eleições 2020. Uma delas está na definição de um horário preferencial de votação para idosos. Quem tiver acima de 60 anos poderá votar preferencialmente das 7h às 10h.

Vale lembrar também que todas as seções terão álcool em gel para os eleitores se higienizarem e será obrigatório o uso de máscara em todas as seções.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes