Eleições São Paulo 2020: quem são os pré-candidatos à prefeitura?

Veja uma lista de quem já anunciou a pré-candidatura para a prefeitura da cidade de São Paulo

A pandemia do coronavírus tirou o foco de alguns assuntos importantes no cenário político brasileiro. Entretanto, as eleições de São Paulo 2020 vão acontecer ainda esse ano, mesmo com algumas mudanças. Por exemplo, a data das convenções partidárias para deliberar sobre escolha de candidatos e coligações, que ocorreriam de 20 de julho a 5 de agosto e serão entre 31 de agosto a 16 de setembro. E o prazo para o registro de candidaturas, que terminaria em 15 de agosto e foi transferido para 26 de setembro.

Quem são os pré-candidatos nas eleições são paulo 2020

A maior cidade do país já conta com alguns pré-candidatos para concorrer a prefeitura. Alguns nomes são polêmicos, como o de Levy Fidelix, outros já são cara conhecida no cenário, como é o caso de Guilherme Boulos. Veja quem já anunciou a pré-candidatura nas à prefeitura nas eleições de São Paulo em 2020.

Levy Fidelix

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

"Foto

Levy Fidelix foi um candidato polemico nas eleições presidenciais no ano de 2014. Na época o candidato teve pagar uma multa de 25 mil reais por conta de comentários homofóbicos. Fidelix é fundador e presidente do PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro). Ele anunciou sua pré-candidatura à prefeitura de são Paulo e afirma que conta com o apoio do vice-presidente da república Hamilton Mourão, pois ele é filiado a seu partido. Além disso, Fidelix se considera conservador e diz que vai buscar os votos da “direita-raiz”. Esta será a 13ª vez que Fidelix tenta se eleger a qualquer cargo, sem nunca ter obtido sucesso.

Joice Hasselman – Eleições são paulo 2020

Foto mostra Joice Hasselman falando ao microfone, de lado.
Joice Hasslemann (Foto: Marcos Correa)

A deputada federal e ex-apoiadora de Jair Bolsonaro Joice Hasselmann, do PSL, antigo partido do presidente, lançou sua pré-candidatura à prefeitura de São Paulo. Para isso, Joice tenta se firmar como apoiadora da operação lava-jato e reafirma seu vínculo com o ex-ministro Sérgio Moro. Hasselmann foi a deputada federal pelo estado de São Paulo mais votada em 2018, com mais de 1 milhão de votos. Joice também era bolsonarista e fez campanha para o presidente na época das eleições, mas depois de algumas desavenças, essa aliança foi rompida.

Jilmar Tatto

"Foto

Jilmar Tatto é a aposta do Partido dos Trabalhadores para a cidade de São Paulo. O pré-candidato é professor de história e secretário de comunicação do PT, o qual é filiado desde 1981. Foi deputado estadual e federal pelo mesmo partido. Em São Paulo, atuou por duas vezes como secretário municipal de Transportes, durante as gestões petistas de Marta Supilcy (2001 a 2004) e Fernando Haddad (2013 a 2016). Tatto ainda não tem sua chapa formada, mas Ana Stela Haddad é cogitada para entrar como vice-prefeita na disputa, mas sem confirmações. Contudo, ele afirmou ao Poder360 que sua vice será uma mulher.

Orlando Silva – Eleições são paulo 2020

"Foto

Orlando Silva é pré-candidato à prefeitura de São Paulo pelo PCdoB (Partido Comunista do Brasil). O político já foi ministro do Esporte no governo Lula, além de ter sido vice-líder de Dilma Roussef, na câmara dos deputados. Foi eleito vereador de São Paulo em 2012 e deputado federal pelo mesmo estado em 2014 e 2018. O pré-candidato conta com apoio do movimento estudantil, por ser ligado à causa e já ter sido presidente da UNE (união nacional dos estudantes). Mesmo concorrendo por um partido de esquerda, Orlando afirmou em entrevista à Folha de S.Paulo que o PT ficou no passado e a esquerda precisa se renovar e ouvir o povo.

Guilherme Boulos

Foto mostra Guilherme Boulos falando ao microfone.
Guilherme Boulos (Foto: Mídia Ninja)

O PSOL lançou a pré-candidatura de Guilherme Boulos e Luiza Erundina para a prefeitura de São de Paulo. Erundina foi prefeita de São Paulo entre 1989 e 1992 e disputou novamente o cargo em 1996, 2000, 2004 e 2016, sem sucesso. Boulos é coordenador do Movimento Sem Terra no Brasil, essa é uma de suas principais bandeiras. O candidato disse  que vai defender uma política que deixe a capital paulista “democrática” e permita moradia nas regiões centrais à população mais pobre. Boulos foi candidato à presidência do país em 2018, tendo 0,58% dos votos no primeiro turno.

Bruno Covas

Foto mostra prefeito de São Paulo, Bruno Covas usando uma máscara e segurando um mcirofone.
Bruno Covas (Foto: Governo de São Paulo)

O atual prefeito de São Paulo assumiu o cargo em 2018, quando Dória renunciou para se candidatar ao governo do estado. Covas é filiado ao PSDB, partido de centro-direita, e anunciou que tentará se reeleger em novembro deste ano. O governador, Dória, já manifestou seu apoio ao colega de legenda. Bruno Covas ainda não tem um vice definido na chapa.  Hoje, uma possível chapa pode ser formada com Marta Suplicy, do partido Solidariedade, alinhado ao centro. Outra possibilidade é uma aliança com o repórter Celso Russomano, do partido Republicanos.

Márcio França – Eleições são paulo 2020

"Foto

Márcio França é pré-candidato à prefeitura de São Paulo pelo PSB. França foi governador do estado em 2018, quando Geraldo Alkimin renunciou para concorrer à presidência da republica. O politico do PSB tentou a reeleição, mas perdeu no segundo turno para João Dória. Além disso, França já foi eleito três vezes deputado federal pelo estado de São Paulo e duas vezes como prefeito da cidade de São Vicente. O ex-governador já afirmou ser anti-dória nas eleições deste ano. Como o pré-candidato participou de um evento com o presidente Bolsonaro, há a especulação de uma possível aproximação entre os dois.

Arthur do Val “Mamãe falei”

Foto mostra Arthur do Val, sentado e gesticulando.
Arthur do Val “Mamãe Falei” (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

Membro do MBL (Movimento Brasil Livre), conhecido como “Mamãe Falei”, Arthur do Val ficou famoso por seu canal no YouTube, onde exibia provocações e embates com políticos de que discorda, sobretudo da esquerda. Nas eleições passadas, ele foi o segundo deputado federal mais votado pelo estado de São Paulo. Arthur era candidato pelo DEM, mas foi expulso do partido. À época, o politico foi forte apoiador de Bolsonaro, mas hoje faz criticas ao presidente e ao governo. Atualmente, o deputado é pré-candidato à prefeitura e filado ao Patriota.

Filipe Sabará

Foto mostra João Amoedo abraçado com Filipe Sabará.
Presidente do NOVO, João Amoedo, abraçado com Filipe Sabará (Foto: Facebook/Divulgação)

Filipe Sabará é empresário, além de ser formado em comunicação social, economia, relações internacionais e comércio exterior. Sabará é o pré-candidato do partido NOVO à prefeitura da capital de São Paulo. O politico já foi secretário de Assistência e Desenvolvimento Social da prefeitura nas gestões de João Dória e Bruno Covas. Dória o indicou para a presidência do Fundo Social de São Paulo, órgão estadual de filantropia, mas Sabará pediu demissão do cargo final de 2019. O pré-candidato era apoiador do atual governador, mas rompeu com ele, pois o acusa de ter traído a direita no Brasil.

Marcos da Costa

Foto mostra o rosto de Marcos da Costa
Marcos da Costa (Foto: Divulgação)

O pré-candidato escolhido pelo PTB, Marcos da Costa, já foi presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Atualmente, Marcos da Costa preside o Instituto Trabalhista de Formação de Lideranças Políticas (ITFLP), braço do partido que atua na formação de líderes. A decisão foi tomada após uma conversa entre o ex-presidente da OAB e ao atual presidente do PTB, Jefferson Roberto, que já anunciou aliança com o presidente Bolsonaro. A chapa será formada por Marcos da Costa e a policial militar, Edjane Sousa, como vice.

Antonio Ribas Paiva

Antonio José Ribas Paiva é produtor rural, advogado militante há 46 anos e se consolidou como pré-candidato à prefeitura de São Paulo, pelo PTC. Além disso, o candidato assume um discurso conservador e é apoiador de Jair Bolsonaro. Ribas Paiva foi fundador de algumas associações cívicas, sendo a Associação Nacional dos Usurários de Serviços Públicos (ANACON), precursora do PROCON, a mais antiga.

Candidatos Famosos nas eleições de São Paulo 2020

Alguns nomes foram cotados para entrar como candidatos à prefeitura de São Paulo. Nomes como Celso Russomano e José Luiz Datena. Contudo, o apresentador Datena já desistiu de sua candidatura. E mesmo que o nome de Russomano apareça em algumas pesquisas eleitorais, sua pré-candidatura não foi confirmada. Além disso, alguns partidos buscam o repórter para engrossar alguma chapa como vice-candidato.

Eleições em 2020

Foto mostra um identificação biométrica
Foto: Agência Brasil

Por conta do coronavírus, as eleições, que seriam em outubro, foram adiadas para novembro. As votações para o primeiro turno devem ocorrer dia 15 e para o segundo turno no dia 29 do mesmo mês. Não haverá a identificação biométrica do eleitor, atendendo à recomendação da consultoria sanitária do TSE. A medida é necessária, de acordo com o ministro Luis Roberto Barroso, para minimizar o risco de contágio nas seções eleitorais e porque a biometria retarda o processo de votação.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes