Em 1 ano, Bolsonaro tem recorde de pedidos de impeachment

Jair Bolsonaro lidera pedidos de impeachment recebidos por um presidente em 1 ano; veja a lista de pedidos dos últimos presidentes do Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) encerrará 2020 como o presidente que mais foi alvejado com pedidos de impeachment durante um único ano desde a redemocratização. Só em 2020, o presidente foi o objeto de 51 solicitações protocolados na Câmara dos Deputados.

Vale ressaltar que quem decide se o pedido terá andamento ou não é o presidente da Casa.

Veja os pedidos de impeachment dos ex-presidentes do Brasil

  • Fernando Collor (PRN) – 24 pedidos de impeachment (1990 – 1992)
  • Fernando Henrique Cardoso (PSDB) – 24 pedidos (1995-2003)
  • Luis Inácio Lula da Silva (PT) – 37 pedidos em todo o mandato (2004-2010)
  • Dilma Roussef (PT) – teve 68 pedidos em todo o mandato (2011 – 2016)
  • Michel Temer (MDB) – 23 pedidos em todo o mandato (2016 – 2018)
  • Jair Bolsonaro (sem partido) – 51 pedidos de impeachment em dois anos de mandato 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Rejeição de Bolsonaro

Bolsonaro segue sendo o presidente com pior avaliação e os pedidos de impeachment recebidos por ele em 2020 deixam claro essa rejeição.  Desde a redemocratização, em 1985, Bolsonaro está a frente de todos os ex-presidentes eleitos e rejeitados no país.

No estado de São Paulo, a rejeição é de 50%, ante 48% da pesquisa anterior realizada nos dias 9 e 10 de novembro pelo Datafolha.  A aprovação do presidente também teve queda, passando de 25% para 23%.

No Rio de Janeiro, a rejeição passou de 41% para 42% e a aprovação cai de 34% para 28%. Também no Rio, o presidente é mais bem avaliado por quem tem mais de 60 anos, com 34% de aprovação e rejeitado pelos mais ricos, 61% e jovens 60%.

Pesquisa CNI-Ibope feita no começo de dezembro, registrou que Bolsonaro tem menos apoios em cidades grandes e sua popularidade só se mantém estável em cidades com até 50 mil habitantes.

Sudeste e Nordeste reúnem a maior parcela descontente com Bolsonaro – 36% e 34%, respectivamente. Em ambas as regiões, 55% não confiam no presidente.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes