Veja calendário da terceira dose de vacina em SP em setembro

São Paulo já aplica a terceira dose de vacina contra a covid-19. Por enquanto, a prefeitura municipal liberou o reforço do imunizante para idosos que tenham 90 anos ou mais, e que receberam a segunda dose há seis meses atrás.

Desde domingo, dia 5 de setembro, esse público está contemplado, e podem se vacinar em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS) da capital paulista, ou em outros pontos listados nesta matéria.

Calendário da 3ª dose de vacina em SP

O calendário de vacinação com a terceira dose de vacina em São Paulo está previsto, por ora, até 10 de outubro, quando deverá incluir os idosos acima de 60 anos. A seguir, confira o cronograma semanal:

Entre 6 a 12 de setembro

90 anos ou mais

Entre 13 a 19 de setembro

85 a 89 anos

- PUBLICIDADE -

Entre 20 a 26 de setembro

80 a 84 anos e imunossuprimidos

Entre 27 de setembro a 3 de outubro

70 a 79 anos

Entre 4 a 10 de outubro

60 a 69 anos

Como tomar a terceira dose de vacina?

Para receber a terceira dose, o idoso deve ir até a UBS mais próxima de sua casa, no dia estipulado, e levar o comprovante de Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), carteira de vacinação, comprovante de residência e o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), se tiver. No entanto, quem tiver restrição de mobilidade deverá entrar em contato com a prefeitura municipal para que seja vacinada na própria residência.

No local de vacinação, é recomendado que o indivíduo seja acompanhado por apenas uma pessoa, de forma a evitar aglomerações. Além disso, é obrigatório uso de máscaras, e imprescindível a higiene das mãos com álcool em gel.

Onde se vacinar

Além das UBSs, a prefeitura disponibiliza cinco locais para que os idosos se vacinem, sem sair do carro. Assim, estão disponíveis os drive-thru, além de quatro centros-escolas da cidade.

Na capital, os postos para ir com o veículo estarão na praça Charles Miller, no estádio Neo Química Arena Corinthians, no Autódromo de Interlagos, no Centro de Exposições do Anhembi, na Igreja Boas Novas, e no parque da Vila Prudente.

- PUBLICIDADE -

Os quatro centros-escolas são o da Barra Funda, Vila Mariana, Centro-Escola Geraldo de Paula Souza, além do Centro-Escola Samuel Barnsley Pessoa.

Desde quarta-feira, dia 8,os mega drive-thrus, farmácias e megapostos estão disponíveis para vacinação, das 8h às 17h. Além disso, as UBSs e Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs) ficam abertas das 7h às 19h.

O fluxo de pessoas nos pontos de imunização pode ser visto no site De Olho na Fila. Além disso, a plataforma indica quais imunizantes estão disponíveis para a segunda dose em cada unidade. Por fim, a página oficial Vacina Sampa disponibiliza a lista completa de postos.

Qual vacina aplicam na terceira dose?

Por enquanto, são utilizadas as doses que estiverem disponíveis no em cada ponto de imunização. Ou seja, a depender do estoque, poderão ser utilizadas vacinas da AstraZeneca, Pfizer, ou até mesmo da Coronavac, essa de lotes que foram aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Com a chegada de mais remessas nas próximas semanas, a expectativa é de que seja priorizada a Pfizer para aplicação desse reforço.

Quem tomou a primeira e segunda dose de qualquer outra vacina poderá receber a terceira dose, desde que o ciclo vacinal tenha sido feito em, no mínimo, seis meses atrás. Logo, quem recebeu a segunda dose, ou dose única, há 180 dias.

Até a última terça-feira, dia 7, pelo menos 24,1 mil idosos se vacinaram com a dose de reforço, em São Paulo.

Cadastro

Vale lembrar que o cadastro pode ser feito no site da Secretaria Municipal de Saúde para agilizar o procedimento e certificar que a documentação está correta.

Quem for receber a terceira dose, tem de garantir que está com o CPF, carteirinha de vacinação e cartão do SUS, caso tenha.

Além disso, os moradores têm de levar documento que comprove a residência em São Paulo. Esse documento pode ser físico, em papel, ou digital. São aceitos, por exemplo, uma conta recente de energia elétrica ou uma de água.

Xepa

Além disso, a pasta abriu a “xepa” de terceira dose de vacina em São Paulo, para pessoas a partir de 60 anos e imunossuprimidos, que podem ser pacientes transplantados, ou que fazem quimioterapia para tratamento de câncer ou hemodiálise, por exemplo.

De qualquer forma, o reforço pela xepa também é válido apenas para idosos que moram na capital paulista, e que tomaram a segunda dose há mais de seis meses. A documentação é a mesma, e o indivíduo precisa ir até uma UBS para fazer o cadastro prévio, presencialmente, e aguardar ser chamado quando sobrar imunizantes no posto de saúde.

Além disso, podem se cadastrar para a aplicação do reforço vacinal, pessoas imunossuprimidas com mais de 18 anos que tomaram a segunda dose ou única há pelo menos 28 dias.

Vacina
Comentários (0)
Comentar