Câncer de mama: entenda a importância da mamografia e autoexame

Embora seja extremamente importante para detecção de câncer de mamas, dados indicam que 40% das mulheres não estão com a mamografia em dia.

Dia 5 de fevereiro é considerado o dia nacional da mamografia, um exame muito importante, que deve ser feito para diagnosticar dissonâncias nas mamas, de forma precoce e poder tratá-las.

Contudo, embora seja um exame necessário, dados da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que 40% das mulheres não estão com a mamografia em dia.

Além disso, Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) apontou que 2020, por conta da pandemia, foi registrada uma queda de 75% na realização dos exames. Confira, portanto, mais sobre a mamografia e a importância de estar com o exame em dia.

Para que serve o exame?

O exame serve para detectar a presença de nódulos mamários benignos ou malignos, antes mesmo de eles serem palpáveis. Caso algum nódulo seja encontrado, geralmente, é feito uma biópsia, que identifica se o tumor é maligno ou benigno e outras características mais específicas.

Vale lembrar que o câncer de mama é o segundo mais comum do Brasil, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

Como é feito o exame de mamografia?

mamografia
Foto: Governo da Bahia

- PUBLICIDADE -

A mamografia é feita com um exame de imagem emitido por raio x. Para fazer o exame, a mulher deve posicionar o seio entre as duas placas do mamógrafo, que vai emitir os raios x para formar a imagem posteriormente. Por conta da pressão, algumas mulheres podem sentir m desconforto ou dor nos seios ao fazer o exame. Por isso, é bom evitar fazer a mamografia em períodos em que os seios estão sensíveis, como antes da menstruação.

Recomenda-se que a mulher lave bem as axilas e não utilize produtos como desodorante na região para não comprometer as imagens detectadas no exame. A duração é entre 15 e 30 minutos.

Mamografia digital

Um novo método, mais eficaz e mais rápido foi criado, é a mamografia digital. Esse exame permite que as imagens capturadas pelo raio x fiquem armazenadas em um computador. Além disso, permite o uso de contraste, sendo então possível avaliar os vasos sanguíneos da mama e detecta nódulos ainda menores. O tempo de compressão e exposição à radiação também é menor.

Quando deve ser feito?

Leia também

Entenda o que é a síndrome de Haff e como tratar a doença

Nova variante do coronavírus no Brasil: veja os sintomas

Segundo o Ministério da Saúde, devem fazer o exame de mamografia mulheres com idade entre 50 e 69 anos a cada dois anos. Contudo, entidades médicas, como o Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR), a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) recomendam que mulheres entre 40 e 74 anos façam o exame anualmente. Em casos específicos, como quando há histórico familiar, o médico pode solicitar que pessoas mais jovens façam exame e com intervalos menores também. Mas varia de acordo com o caso e orientação médica.

Quem amamenta pode fazer mamografia?

Não. O exame não deve ser realizado por gravidas ou lactantes. Caso a mulher se encontre em uma destas situações deve-se realizar outros exames como ultrassom ou a ressonância para verificar a saúde das mamas.

- PUBLICIDADE -

Quem tem silicone pode fazer mamografia?

Sim. Embora a prótese possa atrapalhar a visualização das imagens, é possível adaptar a técnica e captar todas as imagens necessárias ao redor do silicone. Contudo, pode ser necessário fazer mais compressões para uma melhor captação. Além disso, o médico pode indicar também a mamografia digital para uma maior precisão.

Ultrassonografia substitui a mamografia?

A ultrassonografia é um método que pode ajudar o médico no diagnostico de anomalias na região das mamas. Pode ser indicado para mulheres com mamas densas. Contudo, o ultrassom é um completo do exame de mamografia, não podendo o substituir.

Qual o valor de uma mamografia?

O valor do exame vai variar de acordo com os laboratórios. Contudo, a mamografia está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) gratuitamente mediante prescrição médica.

Autoexame?

mamografia
Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Segundo o SBM, o autoexame já não é recomendado em países desenvolvidos mais. Pois muitas vezes as mulheres por não notarem nada estranho, não fazem a mamografia. Por isso, mesmo que a mulher não encontre nenhuma alteração, ela ainda deve continuar fazendo os exames de rotina.

O autoexame deve ser tido como uma técnica que as mulheres devem fazer sempre que sentirem confortáveis, por exemplo, na hora do banho ou da troca de roupa. Pois de acordo com a SBM, é mais comum que as mulheres encontrem caroços no seio em momentos comuns do dia a dia do que no autoexame mensal. Caso ela identifique alguma anomalia, como um nódulo, ela deve buscar ajuda médica.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes