Coronavírus pode sobreviver nove horas na pele humana, revela estudo

De acordo com os estudos mais recentes, o coronavírus pode sobreviver nove horas na pele humana.

Segundo o estudo publicado na Oxford Academic, se não for perturbado, ou seja, se a pele não for desinfetada o novo coronavírus pode sobreviver por muitas horas na pele.

Para evitar a possível infecção de voluntários saudáveis, os pesquisadores conduziram os experimentos de laboratório em pele de cadáver que de outra forma teria sido usada para enxertos.

 

Imagem: Reprodução / Pexels

- PUBLICIDADE -

Novo coronavírus pode sobreviver nove horas na pele humana 

Enquanto o vírus influenza A sobreviveu menos de duas horas na pele humana, o novo coronavírus sobreviveu por mais de nove horas. Contudo, ambos foram completamente inativados em 15 segundos por desinfetante para as mãos contendo álcool a 80%. 

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos atualmente recomendam o uso de produtos para esfregar as mãos à base de álcool com 60% a 95% de álcool ou lavar bem as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos.

Estudos têm mostrado que a transmissão da covid-19 ocorre principalmente por meio de aerossóis e gotículas. 

Ainda, os autores do novo estudo concluem em um relatório publicado no sábado na Clinical Infectious Diseases: “A higiene das mãos é importante para prevenir a disseminação de infecções por SARS-CoV-2”.

 

Higienizar as mãos é essencial

De acordo com o resultado do estudo, manter as mãos higienizadas é essencial para prevenir a contaminação e também a disseminação do vírus.

De acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde, deve-se:

  • Limpar as mãos regularmente.
  • Lavar as mãos com água e sabão e secá-las bem.
  • Usar um antisséptico à base de álcool se você não tiver acesso imediato a água e sabão.

Lembrando que ao lavar as mãos é importante retirar os anéis ou pulseira. Além de esfregar ambos os lados das mãos e entre os dedos, bem como o começo dos pulsos.

Coronavíruscovid-19