Covid-19: afinal, há risco de contágio da doença no mar?

Do que sabemos até agora sobre o novo coronavírus, a certeza é que a principal via de transmissão é o contato próximo com pessoas infectadas pelo SARS-CoV-2, que causa a covid-19.

Sol, verão, mar… e coronavírus. Em tempos em pandemia de, muitas dúvidas surgem na hora de arriscar tudo e cair no mar. Afinal, há risco de contágio de covid-19 no mar? Não há evidências de que o SARS-CoV-2 possa se espalhar para as pessoas através da água nesses locais. O grande problema é a aglomeração.

Contágio de covid-19 no mar

Em resumo, a água não é o meio ideal para o contágio de coronavírus, mas as aglomerações dentro dela são. Assim pensam também pesquisadores espanhóis do Conselho Superior de Investigações Científicas – CSIC que divulgaram um relatório em que dizem que a transmissão do coronavírus ao cair no mar, piscinas, rios e lagos é bem pouco provável.

Acredita-se que o vírus se espalhe principalmente de pessoa para pessoa, por gotículas respiratórias liberadas quando uma pessoa infectada tosse, espirra ou fala. Essas gotículas podem cair na boca ou no nariz de pessoas que estejam próximas ou possivelmente ser inaladas para os pulmões. O vírus também pode se espalhar para as mãos a partir de uma superfície contaminada e, em seguida, para o nariz, boca ou possivelmente olhos. Pessoas infectadas podem espalhar o vírus, tenham ou não sintomas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Como dissemos, o problema não está na água em si e sim na forma de compartilhar objetos comuns como protetores solares, óculos de sol, toalhas, cadeiras de praia, copos entre outros.

Como se prevenir?

  • Use o distanciamento social dentro e fora da água
  • Esteja você dentro ou fora da água, fique a pelo menos 2 metros de distância das pessoas com quem você não mora.
  • Evite áreas de natação lotadas, praias, piscinas, playgrounds aquáticos e banheiras de hidromassagem onde você não pode ficar a 1,8 metros de distância dos outros.
  • Não toque nos olhos, no nariz ou na boca.
  • Cubra seu nariz e boca com o braço dobrado ou um lenço ao tossir ou expirar.

Vale lembrar que o banho de mar no Estado de São Paulo, por exemplo, está proibido, uma vez que o governo do estado decretou a fase vermelha do Plano SP de combate à Covid-19. A proibição vale também para o uso de cadeiras e guarda-sol na faixa de areia, tudo para evitar a aglomeração, e o uso de máscara é obrigatório

Saiba onde nasceu o primeiro bebê de 2021 do Brasil

Sintomas do coronavírus

Para infecções confirmadas de 2019-nCoV, as doenças relatadas variam de pessoas levemente doentes a pessoas gravemente doentes e morrendo. Os sintomas podem incluir:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar
  • Os sintomas podem aparecer em 2 ou 14 dias após a exposição.

Prevenção diária – contágio de covid-19 no mar

Foto: pixabay/reprodução

Veja as ações preventivas diárias para ajudar a prevenir a propagação de vírus respiratórios, incluindo:

  • Lave as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão disponíveis, use um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evite tocar seus olhos, nariz e boca com as mãos sujas.
  • Evite contato próximo com pessoas doentes.
  • Fique em casa quando estiver doente.
  • Cubra sua tosse ou espirro com um lenço de papel e jogue o lenço no lixo.
  • Limpe e desinfete objetos e superfícies tocados com frequência.
  • Procure atendimento médico se tiver febre, tosse e dificuldade para respirar.
Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes