Bolsonaro cai no mar e aglomera com banhistas na Praia Grande

O presidente decidiu começar o ano fazendo um passeio de lancha pela Praia Grande, em São Paulo e aglomerou

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), decidiu começar o ano fazendo um passeio de lancha pela Praia Grande, litoral de São Paulo, no dia 1 de janeiro de 2021. Como em outras ocasiões, o político de 65 anos decidiu ignorou a pandemia e foi ao encontro dos banhistas. 

Bolsonaro passou o réveillon com sua família na região. Em vídeo que começou a circular nas redes sociais, o presidente estava dentro do barco, mas em certo momento decidiu se juntar aos banhistas.

Quando pulou dentro d’água, Bolsonaro foi ovacionado. As pessoas começaram um coro, repetindo: “mito”. Mais tarde, eles levantaram a voz para xingar João Dória. “Dória, vai tomar no c*”, repetiram, como mostrou no vídeo.

Assista ao vídeo de Bolsonaro na Praia Grande

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em  live feita no dia 31 de dezembro de 2020, o presidente Jair Bolsonaro minimizou o uso de máscaras de pano, alegando que sua proteção é “quase zero”.

“Falam tanto em máscara. O tempo todo essa mídia pobre falando: ‘o presidente sem máscara’. Não encheu o saco ainda, não? Isso é uma ficção. Quando é que nós vamos ter gente com coragem, que eu não sou especialista no assunto, para falar que a proteção da máscara é um percentual pequeno? A máscara funciona para o médico, que está operando uma máscara específica. A nossa aqui, praticamente zero”, afirmou o político.

Em um discurso, Bolsonaro chegou a afirmar que não via necessidade em tomar a  vacina contra a Covid-19. “Já tenho anticorpos. Pra que tomar a vacina de novo?”, disse, enquanto estava em Porto Seguro, na Bahia. Desde que começaram as vacinações em outros países, o presidente se mostrou resistente e criticou a obrigatoriedade da imunização.

Segundo o UOL, hoje, o Brasil registra 195 mil mortes por Covid-19. O levantamento registrou 195.441 óbitos. APenas os dados de Rondônia não haviam sido enviados.

De acordo com o ministério da saúde, foram confirmadas 24.605 pessoas que testaram positivo para o coronavírus. Além disso, o total de infectados no Brasil subiu para 7.700.578 desde o início da pandemia.

Os Estados Unidos já contabilizam 346.687 mortes desde o começo da pandemia, segundo a Universidade Johns Hopkins. São no total 20.007.149 que foram infectados com a doença no país.

Jair Bolsonaro é eleito “Pessoa corrupta do ano”

Após seu segundo ano como presidente da República, Jair Bolsonaro foi considerado como a personalidade que mais auxiliou a corrupção e crime em 2020. O título foi dado pela Organized Crime and Corruption Reporting Project (OCCPRP), Projeto de Relatório sobre Crime Organizado e Corrupção.

A justificativa é que Bolsonaro esteve “cercado de figuras corruptas, usado propaganda para promover sua agenda populista, minado o sistema de Justiça e travado uma guerra destrutiva contra a região da Amazônia, o que enriqueceu alguns dos piores proprietários de terras do país”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes