Vacina contra Covid-19: Johnson & Johnson interrompe teste após voluntário adoecer

No Brasil, Anvisa já recebeu comunicado sobre interrupção dos testes da vacina contra o covid-19 da Johnson & Jonhson

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu comunicado oficial da Johnson & Johnson informando a interrupção temporária dos estudos clínicos que investiga a segurança e eficácia de sua vacina contra covid-19 . O futuro medicamento ainda tem o nome técnico de VAC31518COV3001.

O que houve com a vacina contra Covid-19?

De acordo com o comunicado da farmacêutica, “o estudo foi temporariamente interrompido devido a um evento adverso grave ocorrido em um voluntário no exterior”.

No entanto, até agora, a empresa não deu mais informações sobre a ocorrência em questão. Isso porque o estado de saúde do voluntário está sob sigilo.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A ação fechou a inscrição online para voluntários em ensaio clínico para 60 mil pacientes.

A empresa disse ainda que não forneceu mais detalhes para respeitar a privacidade do voluntário. “Estamos aprendendo mais sobre a doença com este participante, e é importante ter todos os dados antes de compartilhar informações adicionais”, diz o comunicado.

Saiba mais: UE compra vacinas contra covid-19 da Johnson & Johnson para 400 milhões de pessoas

Segundo a Anvisa, o estudo sobre a vacina continuará interrompido até que haja investigação de causalidade por parte do Comitê Independente de Segurança, como parte dos procedimentos de boas práticas clínicas.

Em nota, a Anvisa informou que no Brasil, a inclusão do primeiro voluntário no estudo ocorreu em 9 de outubro e novas inclusões só poderão ocorrer quando houver autorização do órgão.

“A Anvisa procederá com a análise dos dados da investigação e decidirá pela continuidade ou interrupção permanente, baseada nos dados de segurança e avaliação risco/benefício”, explica a agência em nota oficial.

Também por meio de comunicado dirigido aos jornalistas, a Johnson & Johnson disse que está seguindo suas diretrizes no processo de desenvolvimento da vacina e que a doença do participante “está sendo analisada e avaliada pelo Conselho de Monitoramento de Segurança de Dados Independente ENSEMBLE (DSMB), bem como por nossos médicos clínicos e de segurança internos”.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes