Vacina Sarampo: veja quantas doses tomar na vida?

Na segunda-feira, dia 2 de maio, o Ministério da Saúde iniciou a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza e o Sarampo. Essa fase deve durar até o dia 3 de junho, em que o público-alvo foi ampliado. Saiba quantas doses da vacina do Sarampo é preciso tomar na vida.

Quantas doses tomar da Vacina Sarampo

Uma dúvida que pode surgir em relação à vacina do Sarampo é quantas doses tomar. De acordo com a Sociedade Brasileira de Imunização (SBIm), dos 12 aos 15 meses de idade, é necessário que tenham sido tomadas duas doses da vacina, com intervalo mínimo de um mês entre elas. Já para os não-vacinados, até os 29 anos de idade, também é preciso já ter tomado duas doses, com intervalo de um mês entre elas. E, para aqueles entre 30 e 59 anos, é recomendada uma dose.

Em situações de surto epidemiológico, crianças entre 6 e 12 meses de idade devem receber uma outra dose, considerada adicional. A medida se deve ao fato dessa faixa etária apresentar maior taxa de incidência. Além disso, também pode ser considerada a aplicação de uma terceira dose em pessoas com esquema vacinal completo.

Quem já pode tomar a vacina do Sarampo

Na segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, o foco são as crianças. Até o dia 3 de junho, os postos de saúde devem administrar a vacina do Sarampo para crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias).

De acordo com o Ministério da Saúde, não há necessidade de cumprir intervalo de aplicação das doses da Influenza e do Sarampo, em que as duas vacinas poderão ser administradas no mesmo dia. A primeira etapa havia sido iniciada no dia 4 de abril, em que os trabalhadores da saúde que ainda não tinham tomado o imunizante da Tríplice Viral já poderiam atualizar a caderneta de vacinação.

Sintomas do Sarampo

Em relação aos sintomas do Sarampo, o primeiro sinal da doença é a febre alta, que costuma durar de 3 a 5 dias, acompanhada de coriza, tosse e olhos avermelhados. Após alguns dias, também surgem manchas avermelhadas na pele, com início na face e atrás do pescoço, progredindo em direção aos membros inferiores. Se depois do aparecimento das manchas a febre persistir por mais 3 dias é um sinal de alerta que pode indicar gravidade, especialmente nas crianças menores de 5 anos de idade.

Apesar dos esforços empreendidos desde o início do programa de eliminação do Sarampo, nos últimos anos, casos da doença têm sido reportados em várias partes do mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), muitos países permanecem endêmicos, principalmente aqueles com baixa cobertura vacinal e com bolsões de não-vacinados. Entre essa classificação, está o Brasil, que desde 2018 vem registrando surtos de Sarampo, e, desde 2019, voltou a ser endêmico para esta doença, o que levou à perda do certificado de país livre do Sarampo.

Veja também: Eleições 2022: qual a multa por não votar e consequências

Você pode gostar também
buy cialis online