Vacinação para adolescentes SP chega aos 17 anos; veja o calendário

Na primeira etapa do calendário serão vacinados jovens de 12 a 17 anos que tenham comorbidades

São Paulo capital começa a vacinar adolescentes a partir da quarta-feira (18) até o mês de setembro. Na primeira etapa do calendário serão vacinados jovens de 12 a 17 anos que tenham comorbidades ou deficiência permanente.

Mas antes, é importante reforçar que a para a vacinação será preciso que os adolescentes estejam acompanhados pelo responsável. No caso de impossibilidade do responsável, basta apresentar uma autorização e estar acompanhado de um adulto.

Relacionado: Veja quem pode ou não tomar a vacina contra Covid-19

Qual vacina será dada para este público?

A única vacina autorizada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para aplicação em adolescentes no Brasil é a da Pfizer.

A medida foi aprovada para uso a partir de 12 anos depois que a Pfizer apresentou estudos que indicaram a segurança e eficácia da vacina para este público.

O imunizante resultado de uma parceria entre os laboratórios Pfizer (estadunidense) e da BioNTech (alemã) utiliza uma tecnologia que faz com que as células saudáveis do corpo produzam a mesma proteína que o coronavírus utiliza para entrar nas células.

Dessa forma, a vacina imita no corpo uma infecção pelo coronavírus, fazendo com que o sistema imune produza anticorpos contra o vírus.

Como vai ficar o calendário da vacinação de adolescentes em SP?

Por enquanto, a Prefeitura Municipal de São Paulo divulgou o calendário de vacinação dos adolescentes de quarta-feira, dia 18 de agosto até o dia 12 de setembro. Nesta primeira etapa serão vacinados o público adolescente com comorbidades, deficiências, incluindo também gestantes e púerperas desta idade.

Veja como fica o calendário da vacinação para adolescentes SP:

 16 e 17 anos com comorbidades | 18/08 até 25/08 – De quarta-feira em diante começam a serem vacinados os adolescentes de 16 e 17 anos que tenham comorbidades, deficiências acima citadas ou estejam grávidas e no puerpério.

12 e 15 anos com comorbidades | 26/08 a 29/08 – A partir desta data, a Secretaria Municipal de Saúde prevê vacinar adolescentes de 12 e 15 anos com comorbidades, deficiências, gestantes e puérperas;

15 e 17 anos | 30/08 a 05/09 – A previsão é de que a partir do dia 30 de agosto já possam ser vacinados os adolescentes entre 15 e 17 anos sem comorbidades

12 e 14 anos | 06/09 a 12/09 – O calendário prevê a vacinação dos adolescentes entre 12 e 14 anos sem comorbidades.

calendário da vacinação de adolescentes em SP

O que é preciso para comprovar comorbidade?

Para se vacinar, os adolescentes com comorbidades ou deficiências permanentes precisam comprovar sua condição através de laudo médico. Também é válido cartão de gratuidade do transporte público quando este indica a deficiência.

Veja a documentação necessária que precisa ser anexada ao cadastro da vacina e também levada no ato da vacinação.

  • Comprovante da deficiência: pode ser laudo médico indicando a deficiência;
  • Cartão de gratuidade no transporte público indicando deficiência;
  • Documentos que comprovem atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência;
  • Documento oficial de identidade com a indicação da deficiência.

Se por acaso você não tenha em mãos um documento que comprove, a Secretaria Municipal de Saúde prevê que é possível imunizar o adolescente a partir da autodeclaração.

O modelo de autodeclaração pode ser encontrado no link://prefeitura.sp.gov.br/vacinasampa.

No entanto, vale frisar que a pessoa que mentir está sujeita a responder pelo crime de falsidade ideológica.

No caso específico de deficientes visuais, a Prefeitura esclarece que só será aceita autodeclaração em casos de deficiência permanente, ou seja, cegueira.

Para as demais classificações de baixa visão será exigido documento que comprove a condição, conforme legislação vigente.

Documentos para vacinação

Lembrando que para se vacinar na capital paulista é obrigatória a apresentação do comprovante de residência no município, além, claro de levar documento oficial com foto, e no caso das comorbidades, apresentar os documentos necessários.

O comprovante de residência pode ser apresentado tanto impresso quanto digital, e se no caso o adolescente não tiver um comprovante em seu nome pode levar o documento dos pais. No entanto, é preciso comprovar o parentesco através de RG ou certidão de nascimento.

Para poupar tempo na fila, é recomendável fazer o pré-cadastro no site Vacina Já: www.vacinaja.sp.gov.br.

Locais de vacinação em São Paulo

Em São Paulo capital, a vacinação está disponível em todos os drive-thrus, farmácias, mega postos, UBSs e AMAs. Preste atenção nos horários de vacinação, isso porque alguns começam às 7h e vão até 17h e outros serão das 8h às 19h. Confira:

Drive-thrus e Farmácias: Funcionamento das 8h às 17h;
Megapostos: Funcionamento das 8h às 17h;
Unidades Básicas de Saúde (UBSs): Funcionamento das 7h às 19h;
AMAs/UBSs Integradas: Funcionamento das 7h às 19h.

Você pode consultar todos os endereços e o ponto mais próximo da sua casa pelo site Vacina Já https://vacinaja.sp.gov.br/.  Basta acessar ao site e clicar no link “Locais de vacinação”. Nesta opção você terá um mapa indicando todos os postos existentes em todo o Estado.

Também é possível selecionar o ponto pelo seu endereço ou CEP. O site ainda dá a opção de você escolher dentro de um raio de 5 até 100 quilômetros de distância.

Onde vacinar com menos fila em SP?

Antes de sair de casa olhe o “Filômetro”, nome como ficou conhecido o site “De olho na fila” que atualiza em tempo real a situação da fila em cada um dos pontos de vacinação de São Paulo.

Olhando no “Filômetro” é possível ver se a fila está pouca, média ou grande e o horário da última atualização. Também é possível saber se aquele ponto está funcionando ou não.

Além desta plataforma, a e-saúdesp também possibilita ver o local de vacinação mais próximo de onde você está. O e-saúdesp está disponível tanto para web como também pelo celular em forma de aplicativo. Você pode fazer o download na loja do Google Play ou pelo endereço eletrônico https://e-saudesp.prefeitura.sp.gov.br/public-login.

Você também pode conferir no site “Onde Tem Vacina”. Basta digitar o nome da sua cidade ou bairro que a plataforma vai entregar os endereços de vacinação. Então acesse https://ondetemvacina.com/.

Leia também

Crianças com mais de 12 anos devem usar máscaras

Onde se vacinar em São Paulo 

Você pode gostar também