Twitter nomeia famoso hacker como chefe de segurança

O Twitter nomeou um famoso hacker como chefe de segurança da plataforma. Assim, espera-se que ele ajude a resolver os problemas de violação de segurança da plataforma.

O Twitter nomeou um famoso hacker como chefe de segurança da plataforma.

A gigante da mídia social, sob crescente ameaça de regulamentação, está sendo atormentada por sérias violações de segurança. Assim, o Twitter está nomeando um dos melhores hackers do mundo para lidar com tudo, desde erros de engenharia até desinformação.

Na segunda-feira (16), a empresa nomeou Peiter Zatko, amplamente conhecido por seu hacker, Mudge, para o novo cargo de chefe de segurança. Bem como deu a ele amplo mandato para recomendar mudanças na estrutura e nas práticas. 

Assim, o  Zatko responde ao CEO Jack Dorsey e deve assumir a gestão das principais funções de segurança.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em uma entrevista exclusiva, Zatko disse que examinará a “segurança da informação, integridade do site, segurança física, integridade da plataforma e engenharia”.

Zatko supervisionou mais recentemente a segurança do unicórnio de pagamentos eletrônicos Stripe. Antes disso, ele trabalhou em projetos especiais no Google e supervisionou a distribuição de verbas para projetos de segurança cibernética na famosa Defense Advanced Research and Projects Agency (DARPA) do Pentágono.

 

hacker como chefe de segurança
Imagem: Reprodução / Twitter

Hacker como chefe de segurança do Twitter

A carreira de Zatko começou na década de 1990, quando ele simultaneamente conduziu um trabalho secreto para um empreiteiro do governo. Bem como estava entre os líderes do Cult of the Dead Cow, um grupo de hackers que lançava ferramentas de hacking do Windows para incitar a Microsoft a melhorar a segurança.

“Não sei se alguém pode consertar a segurança do Twitter. Mas ele estaria no topo da minha lista”, disse Dan Kaufman, que supervisionou Zatko na DARPA e agora lidera o grupo de produtos avançados do Google.

O Twitter enfrenta vários desafios de segurança. Um ano atrás, o governo dos EUA acusou dois homens de espionagem para a Arábia Saudita quando trabalhavam no Twitter anos antes.

Em julho, um grupo de jovens hackers enganou os funcionários e obteve acesso a ferramentas internas, que os permitiam alterar as configurações da conta. E, em seguida, tweetar das contas do então candidato à presidência Joe Biden, do fundador da Microsoft Bill Gates e do presidente-executivo da Tesla, Elon Musk.

Fonte NBC

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes