Criador de software antivírus John McAfee foi preso no aeroporto por acusações de fraude

O empresário de software antivírus John McAfee foi preso na Espanha e enfrenta a extradição para os Estados Unidos, onde foi acusado de evasão fiscal.

O criador do software antivírus John McAfee foi preso em um aeroporto espanhol após receber uma  acusação dos EUA por fraude, de acordo com a agência de notícias Reuters.

McAfee, que projetou o software com o mesmo nome, teria sido preso em Barcelona no sábado, enquanto embarcava em um vôo para Istambul com passaporte britânico.

De acordo com as notícias, ele agora teve sua transferência feita para Madrid, onde enfrentará um processo de extradição para os EUA. Se condenado, ele pode pegar até 30 anos de prisão.

Os promotores nos Estados Unidos revelaram uma acusação contra o magnata do software de que ele voluntariamente não apresentou declaração de impostos e de sonegação fiscal.

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

McAfee foi preso
Imagem: Reprodução / Getty Images

John McAfee foi preso

McAfee de 75 anos é um famoso libertário que acredita que é um erro pagar os imposto. Além disso, ele se gabou  algumas vezes por não paga-los.

Ele lançou uma campanha presidencial nos Estados Unidos em 2018, mas não conseguiu ganhar qualquer força como candidato independente ou como candidato do Partido Libertário. Além disso, ele também vendeu os direitos de sua história de vida para um documentário.

McAfee é um defensor ferrenho do uso de criptomoedas e as promove com frequência, inclusive como base para sua corrida presidencial.

No ano passado, ele também foi brevemente detido na República Dominicana por supostamente trazer armas para o país.

A Securities and Exchange Commission (SEC) revelou que apresentou ações civis contra a McAfee. Eles alegam que McAfee ganhou mais de US$ 23,1 milhões em compensação não divulgada de recomendações de criptomoedas, consultoria e palestras.

A SEC está tentando impor uma penalidade civil a ele e exonerá-lo de quaisquer “ganhos supostamente obtidos indevidamente”, com juros. Também deseja proibi-lo permanentemente de servir como executivo ou diretor de qualquer empresa listada, ou qualquer empresa que apresente relatórios à SEC.

Informar Erro
Fonte Sky News

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes