SpaceX explode tanque do protótipo Starship

É show pirotécnico ou ciência? Por mais que a empresa de Elon Musk atraia os olhos da mídia com a conduta inesperada do fundador, ela está cada vez mais próxima de chegar a novos planetas.

O protótipo Starship SN7.1 explodiu na última terça-feira, dando sequência aos testes de engenharia com os foguetes da SpaceX, empresa de Elon Musk.

Ademais, o próximo passo é testar o protótipo Starship SN78. Se tudo ocorrer como planejado, o modelo segue para um voo de 20km de altura. Ultrapassando seus antecessores, os protótipos Starship SN5 e SN6, que chegaram ao máximo de 150m.

Confira a explosão do protótipo starship SN7.1, que ocorreu no dia 22 de setembro, nas dependências da SpaceX no Texas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

 

Qual é o objetivo da explosão da Starship SN7.1?

As explosões são testes importantes para avaliar o que pode ocorrer com o foguete no espaço. Esses veículos precisam suportar pressões extraterrestres para garantir a segurança dos astronautas da tripulação.

Dessa maneira, é intrínseco saber qual é o limite de cada veículo, para que ele possa ser aprimorado, ou até para que antes da viagem, os engenheiros tracem uma rota segura, de acordo com os limites do equipamento.

 

Como será o protótipo Starship SN8?

Ademais, na sequência dos testes, o próximo protótipo será mais arrojado. O SN7.1 tinha um raptor, enquanto o SN8 terá três. Isso é o que permitirá  ao veículo alcancar um altura maior.

“Teste de fogo completo do motor Raptor Vacuum, nas dependências da SpaceX em McGregor, Texas.”

 

Além disso, no futuro, para ser lançado no espaço e sair da atmosfera terrestre, o booster Super Heavy acompanhará o protótipo Starship.

A título de comparação, o booster possuirá 30 raptors. Ou seja, 27 a mais do que o protótipo SN8.

 

Protótipo Starship raptors
Diferença do tamanho de um humano para dois modelos de Raptor. Imagem: Reprodução / Space X

 

Em conclusão, a sequência de testes dá continuidade à proposta de Elon Musk de tornar as viagens espaciais mais acessíveis. E a partir desse progresso, portanto, o empresário americano dá mais um passo próximo à colonização de marte.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes