Sementes da China: entenda a fraude das encomendas misteriosas vindas da Ásia

No mundo todo encomendas suspeitas vindas de países da Ásia começaram a chegar. Brasileiros também reportam ter recebido as sementes misteriosas. Autoridades emitem alertas e orientações do descarte das encomendas.

0 982

Nos últimos meses, os pacotes de sementes da China tem dado o que falar. Isso porque pessoas de diversos países estão recebendo pacotes não solicitados com sementes misteriosas vindos do país asiático. Só no Brasil mais de vinte estados já registraram ter recebido a encomenda.

 

Como chegam as sementes da China?

Sementes da China
Imagem: Reprodução / Blog Tweed

Como uma compra de internet normal, os pacotes de sementes da China chegam pelos correios. Muitos casos anunciaram que as sementes vieram junto com compras feitas em sites de compras chineses. Dessa forma, os clientes acreditaram ser um brinde das empresas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Todavia, alguns pacotes vieram sem solicitação endereçados a pessoas que não realizaram nenhuma compra. Com isso, as sementes da China causaram uma grande preocupação e alimentaram um debate sobre a proteção de dados na internet.

Acontece que muitas vezes, cadastramos nossos dados em sites de compras, newsletters e afins. Dessa forma, muitas empresas tem acesso a esses dados e acabam por enviar mensagens, promoções e brindes, como no caso das sementes da China.

 

As sementes são perigosas?

Sementes da China
Imagem: Reprodução / Pinterest

Embora não haja nenhuma comprovação ainda, há suspeitas de que as sementes da China sejam tóxicas. Entretanto, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) no Brasil, emitiu alertas e orientações para o manejo dos pacotes.

Segundo o órgão, em caso de recebimento dos pacotes não é para abrir, plantar ou jogar fora as sementes. Isso porque as sementes podem estar contaminadas com pragas e possam causar danos às plantações agrícolas.

Dessa forma, o correto a se fazer é levar os pacotes na Secretária Agricultura do município para passar por perícia.  De acordo com o MAPA, cerca de 200 pacotes de sementes já passaram por análise. Das amostras, 147 estão sendo analisadas no Laboratório Federal de Defesa Agropecuária em Goiânia. No entanto, ainda não há resultados sobre a procedência das sementes.

Nos EUA por exemplo, foram identificadas mais de 300 tipos de sementes. Entre elas haviam plantas ornamentais, frutíferas, ervas daninhas e vegetais, das quais algumas apresentaram contaminação. Todavia, o Departamento de Agricultura americano (USDA, em inglês) não registou nenhum risco eminente nas amostradas.

 

Entenda a fraude das sementes da China

As teorias e especulações sobre o assunto não param de crescer. Bioterrorismo e a proliferação de um novo vírus são algumas das histórias que surgiram sobre as encomendas misteriosas. Todavia, o órgão americano está trabalhando com a possibilidade de ser uma fraude e não algo mais grave.

Segundo eles, as sementes da China podem ter uma relação com uma espécie de fraude conhecida como “brushing”. Esta, por sua vez, é uma estratégia para burlar o ranqueamento de sites, registrando compras falsas.

Assim, o mais comum é que a fraude aconteça em sites de e-commerce e marketplace. Com isso, os golpistas fazem cadastro e compram em lojas on-line como se fossem clientes. A partir disso, eles usam endereços reais de vários países que são roubados de bancos de dados.

Ao usar a conta falsa, eles enviam produtos para os endereços e com a “encomenda” entregue, podem fazer avaliações positivas para sua própria loja. Dessa forma, eles podem aumentar a reputação de seus vendedores nos sites de maketplace e aumentar vendas, pois geram impacto na posição dos produtos mais vendidos.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes