Lançamento do Quantum V

“Tem uma tevê nesse celular?”. Foi a pergunta de um garçom, anteontem à noite, durante evento de lançamento do smartphone Quantum V.

“Tem uma tevê nesse celular?”. A pergunta de um garçom, anteontem à noite (29), em São Paulo, durante evento de lançamento do smartphone Quantum V – da Quantum, unidade de negócios da Positivo Tecnologia -, ilustra o interesse despertado pelas novas funcionalidades desses dispositivos. Ao completar dois anos de vida, a empresa brasileira sediada em Curitiba (PR) coloca no mercado um aparelho com projetor a laser integrado ao hardware e com foco automático, inédito no mundo. “O Quantum V foge do tradicional no segmento por não exigir acessório acoplado para a função de projeção”, diz Vinícius Grein, diretor de Produtos da marca.

Telões nos tetos e nas paredes

“O usuário pode ver vídeos em telões de até 80 polegadas. É um recurso único de projeção, que permite projetar vídeos com alta qualidade de imagem e que vai revolucionar a maneira como vendedores, professores, executivos e outros profissionais que precisam desse tipo de tecnologia, bem como proporcionar bons momentos de entretenimento. Com esse aparelho, adolescentes não precisam de televisor, podem ver seus vídeos e filmes projetados no teto ou parede”, ressalta Marcelo Reis, diretor geral da Quantum. “É um celular para não faltar nada”, acrescenta. Novos mercados O Quantum Sky é outro lançamento da marca, que busca atender as necessidades dos usuários detectadas em pesquisas. “O público quer mais memória, bateria potente e câmeras de altíssima qualidade, tudo em um único produto. É isso que estamos entregando em nossos dispositivos móveis, que reforçam nosso caráter inovador”, enfatizou o diretor geral da Quantum.

A empresa também anunciou expansão de negócios para Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile nos próximos meses. A África, onde a Positivo já fornece computadores e tablets, também está nos planos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Quantum, Inovação, carro-chefe

Com o Quantum Sky e o Quantum V, a fabricante nacional completa onze modelos à venda, cada um focado em um nicho diferente de mercado. Sem revelar números, a empresa informa que o total de usuários da marca cresceu 80% de janeiro a julho deste ano, e ganha cada vez mais relevância dentro do faturamento do grupo Positivo. O diretor geral da Quantum, Marcelo Reis, sublinha que “a inovação mundial do Quantum V será carro-chefe para ampliar o mercado, dentro e fora do Brasil”. Segundo ele, o preço dos aparelhos também ajudará nessa expansão.

bolaCom a força de Neymar

Em continuidade à política de vendas on-line – site próprio e marketplaces -, o Quantum V está em pré-venda por R$ 1,799 mil à vista e R$ 1,999 mil a prazo, e o Quantum Sky por R$ 1,349 mil à vista e R$ 1,499 mil a prazo. “Preços competitivos fazem parte de nossa estratégia para ganhar relevância no mercado”, diz Marcelo Reis. A massificação da marca conta ainda com a conquista do jogador Neymar para estrelar a campanha publicitária. “Mostramos ao Neymar que a história dele é parecida com a da Quantum: talentos brasileiros que ganham o mundo”, diz o diretor geral.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes