Pierre Cardin morre aos 98 anos; conheça trajetória do icônico estilista

Profissional é conhecido pelo estilo futurista e democratização da moda.

Pierre Cardin morreu nesta terça-feira (29), aos 98 anos. Estava internado em Neuilly-sur-Seine, a oeste de Paris. O estilista naturalizado francês é conhecido pelo engajamento na democratização na moda, ao ser pioneiro do prêt-à-porter (“pronto para vestir”), e pela revolução fashion na área masculina, cujo ponto alto foi o design de ternos para os Beatles.

Como foi a trajetória de Pierre Cardin?

O estilista nasceu no dia 2 de julho de 1922, em Veneza, na Itália. Para fugir do fascismo, a família se mudou para a França.

Começou a trabalhar como alfaiate aos 14 anos, na cidade de Saint-Etienne. Fundou o próprio ateliê na década de 1950, sendo um dos responsáveis pelo retomada da alta costura do país no período pós-guerra.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

É muito conhecido pelo seu estilo futurista, mas também é creditado a Pierre Cardin a revolução na moda masculina, ao lançar coleção e abrir loja específica nos anos 60. Também tinha como proposta democratizar o acesso às roupas, investindo em coleções prontas para o uso.

“Sempre trabalhei no meu estilo, que é diferente de todos os outros. Sempre foi minha intenção ser diferente, porque essa é a única forma de durar ”, comentou o estilista.

Imagem mostra Pierre Cardin em preto e branco
(Foto: Instagram/Reprodução)

“Dia de grande tristeza para toda a nossa família, Pierre Cardin se foi. O grande costureiro que ele foi, atravessou o século deixando à França e ao mundo uma herança artística única na moda, mas não só”, disse o comunicado da família.

“Todos temos orgulho da sua ambição tenaz e da ousadia que demonstrou ao longo da vida. Homem moderno de muitos talentos e energia inesgotável, ele aderiu cedo ao fluxo da globalização de bens e das trocas comerciais. Suprema consagração, ele (foi) o primeiro costureiro a entrar na Academia de Belas Artes francesa, fazendo com que a moda fosse reconhecida como arte. A espada [do traje] de acadêmico que ele mesmo criou [para a ocasião] traz gravado os símbolos do seu sucesso”, concluiu.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes