Rihanna pede desculpas a muçulmanos após desfile da sua marca Savage X Fenty

Rihanna pede desculpas a muçulmanos após música com trechos do Profeta Maomé ser tocada no desfile da sua marca Savage X Fenty.

Rihanna pede desculpas à comunidade muçulmana pelo uso “involuntariamente ofensivo” da música durante desfile de moda.

O desfile de moda da Rihanna para sua marca de lingerie, Savage X Fenty foi realizado na semana passada. Apesar da pandemia do coronavírus, o evento repleto de estrelas foi transmitido no Amazon Prime.

Contudo, alguns espectadores se concentraram em uma das canções usadas, “Doom”, de Coucou Chloe, que alguns consideraram ofensiva. 

Rihanna  então se desculpou com a comunidade muçulmana por usar a música durante o show. 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A Entertainment Tonight relatou que a música de 2016 inclui uma narração do Hadith, ditos e ações do Profeta Maomé sobre o fim do mundo e a vida após a morte. O Hadith é um texto sagrado para os muçulmanos.

De acordo com Rihanna,  a sua marca é um espaço para as pessoas de sua comunidade se sentirem incluídas. “Queremos incluir outras comunidades também. A inclusão é parte de nossa marca sempre. Nosso desejo é expandir isso e fazer um show este ano foi importante para nós”, ela disse. 

 

https://www.instagram.com/p/CGAxk3Bsjvv/

Rihanna pede desculpas a muçulmanos

Depois que várias pessoas apontaram que a música inclui uma leitura remixada do texto sagrado, Rihanna e o artista por trás da música postaram desculpas nas redes sociais. 

“Gostaria de agradecer à comunidade muçulmana por apontar um enorme descuido que foi ofensivo não intencional em nosso show da Savage X Fenty”, escreveu Rihanna em uma postagem compartilhada na página do Instagram da marca na terça-feira.

“Eu gostaria de me desculpar com você por este erro honesto, mas descuidado. Entendemos que ferimos muitos de nossos irmãos e irmãs muçulmanos, e estou extremamente triste com isso!”.

“Eu não brinco com nenhum tipo de desrespeito a Deus ou a qualquer religião e, portanto, o uso da música em nosso projeto foi completamente irresponsável”, escreveu a cantora de 32 anos que virou magnata da moda

“Seguindo em frente, vamos garantir que nada assim aconteça novamente. Obrigado por seu perdão e compreensão”.

Informar Erro
Fonte CBS

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes