Conheça 4 curiosidades sobre a Guerra do Paraguai

Conflito durou seis anos, entre 1864 e 1870

Em breve, a Guerra do Paraguai será retratada em Nos Tempos do Imperador. O clima ficará tenso entre Dom Pedro II (Selton Mello) e Solano López (Roberto Birindelli), e o presidente paraguaio irá declarar guerra ao Brasil. Na vida real, o conflitou deixou dezenas de milhares de mortos. Veja as principais curiosidades da Guerra do Paraguai.

As informações foram revisadas por Talita Sobrinho, formada em História pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e Mestre em História pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE).

Guerra do Paraguai foi o conflito mais sangrento da América do Sul

A Guerra do Paraguai foi o conflito mais sangrento, de maior proporção e duração da América do Sul. De acordo com reportagem de BBC, o Brasil, Argentina e Uruguai perderam cerca de 120 mil soldados. No Paraguai, foram 280 mil vítimas.

Mas se engana quem acredita que apenas as armas de fogo causaram as mortes. Muitos soldados morreram de doenças negligenciadas, como a cólera.

Pintura da Batalha de Riachuelo durante a Guerra do Paraguai – Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Quem matou Solano López foi um soldado brasileiro – guerra do Paraguai curiosidades

A Guerra do Paraguai terminou em 1870, com a morte de Solano López durante a batalha de Cerro Corá. Quem matou o paraguaio foi o soldado brasileiro José Francisco Lacerda, popularmente conhecido como Chico Diabo.

Segundo o Aventuras da História, ele entrou para a carreira militar em 1865, quando os Voluntários da Pátria fizeram uma visita na casa em que o rapaz morava com seu tio Vicente Lacerda, em Bagé, e o convidaram para fazer parte do pelotão.

Em 1870, ele e outros soldados foram enviados para ajudar o Brasil durante a Guerra do Paraguai. Chico Diabo foi promovido a cabo, e ao matar López, foi considerado um herói.

Chico Diabo – Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Endividamento do Brasil e dívida do Paraguai

Apesar de ter saído vitorioso da Guerra do Paraguai, o Brasil ficou endividado após o término do conflito. Segundo o Instituto Liberal, o governo gastou o equivalente ao valor de onze orçamentos anuais em uma guerra que durou seis anos.

Por estar do lado vencedor, o Brasil cobrou uma indenização de 460 mil contos de réis do Paraguai, que jamais foi pago pelo país. Em 1943, o então presidente Getúlio Vargas perdoou a dívida.

Solano López roubou navio brasileiro durante a Guerra do Paraguai

O presidente paraguaio veio com tudo para cima do Brasil. De acordo com o Aventuras na História, o ditador investiu contra o Marques de Olinda, um navio mercador. Ele ordenou a captura da embarcação e conseguiu transformar o navio em uma máquina de guerra contra o próprio país de Dom Pedro II.

Qual foi a causa da morte de Solano López?
Solano López – Foto: Domínio Público/Wikimedia Commons

 

Nos Tempos do Imperador vai contar história da Guerra

Nos próximos capítulos de Nos Tempos do Imperador, atual novela das seis, Solano López (Roberto Birindelli) irá declarar guerra ao Brasil.

A história irá começar quando o paraguaio se juntar a Tonico Rocha (Alexandre Nero) para destruir Dom Pedro II (Selton Mello). O ditador irá aparecer de surpresa no Rio de Janeiro no mesmo dia do casamento de Isabel (Giulia Gayoso). Pedro irá ver seu inimigo pelas ruas, mas Teresa dirá que isso não é possível e que seu marido pode ter se confundido.

Em cenas previstas para irem ao ar em 12 de novembro, Solano irá surpreender Pedro e Teresa no gabinete imperial e vai ameaçar as majestades, que ficarão assustadas.

O imperador ficará com medo de um conflito armado e solicitará que a Caixas (Jackson Antunes) que recue e impeça o exército brasileiro de apoiar um golpe de estado no Uruguai, mas já será tarde demais. Nessa altura, Venâncio Flores já terá derrubado o presidente do país vizinho, Atanasio Cruz Aguirre, um dos principais aliados de Solano López.

López aproveitará o casamento de Leopoldina (Bruna Griphao) para invadir o território do Mato Grosso. Ele ainda irá cuspir na bandeira do Brasil e vai declarar guerra ao país. “O Paraguai está ameaçado. O Brasil invadiu o Uruguai. Não vamos esperar que nos ataquem! Vamos tomar o Mato Grosso. Avante”, dirá o presidente para uma grande multidão.

 

Acompanhe Nos Tempos do Imperador no DCI

Você pode gostar também