Joventino Pantanal 1990: 4 diferenças entre o original e o remake

Personagem ganhou mudanças na abordagem do remake.

Para quem ainda tem lembranças frescas na memória da versão original da obra de Benedito Ruy Barbosa, acompanhar o personagem de Jesuíta Barbosa no remake da TV Globo pode trazer novidades. Jove ganhou mudanças entre as duas versões e está um pouco diferente do que foi apresentado na TV Manchete. Joventino de Pantanal de 1990 não era vegano, por exemplo, cena da versão de 2022 que divertiu muita gente que acompanha a novela.

Joventino era vegano em Pantanal 1990?

Joventino não era vegano na Pantanal de 1990, o personagem comia carne, mas ainda causava incômodo no pai José Leôncio, por causa da maneira que se portava. Durante o churrasco pantaneiro que foi servido em homenagem a chegada do jovem, Joventino pede para comer em um prato e senta com as pernas bem fechadas e posicionadas para comportar o prato enquanto corta a carne.

José Leôncio estranha o jeito do filho, além de se incomodar com os julgamentos dos demais presentes na festa. O personagem é chamado de “frozô” por alguns, por conta da maneira delicada que age.

Em 2022, durante o reencontro com o pai em Pantanal, Joventino explica que não come carne por uma questão de princípios e deixa o pai, considerado o ‘rei de gado’, boquiaberto. Assista a cena na chamada da TV Globo:

Estilo de roupa ficou despojado no remake

Os estilos de Joventino em Pantanal 1990 e 2022 mudaram bastante entre as versões. No remake, o personagem usa roupas mais modernas e despojadas, enquanto na versão da TV Manchete, o ator Marcos Winter vestia peças que o deixavam com aquele ar mais “engomadinho”. Além disso, o cabelo da dupla também é diferente, um é todo certinho e o outro é descolado.

joventino pantanal 1990
Joventino de Pantanal 1990 (à esquerda) e Jove de 2022 (à direita) são de estilos diferentes de moda – Foto: Reprodução/Manchete/Globo

Personalidade de Joventino em Pantanal 1990 era mais ácida

Joventino em Pantanal de 1990 era uma rapaz com tiradas mais ácidas, fazia piada com os preconceitos que alguns personagens tinham contra ele e rebatia os comentários alheios. Na versão de 2022, o filho de Madeleine e José Leôncio ganhou uma personalidade mais calma, que não entra em muitos conflitos ou tira sarro de quem caçoa dele.

Um exemplo é uma das mudanças que foram realizadas no roteiro do remake. Na versão original, depois que voltava para o Rio de Janeiro acompanhado de Juma, Jove era alvo da vingança da ex-namorada, Nalvinha, que espalhava para os amigos do rapaz que ele era “uma bicha louca”.

Joventino de Pantanal 1990 confrontava a moça em cena, mas depois tirava sarro da situação e “admitia” que era mesmo o que a ex-namorada havia divulgado sobre ele. A conversa da dupla terminava com a jovem chocada e o rapaz andando de forma afeminada para provocá-la.

Já na Pantanal de 2022, esta cena não irá existir. Segundo o Notícias da TV, a trama foi retirada da novela por conta dos estereótipos sobre a homossexualidade e possíveis acusações de homofobia que a produção poderia receber nos dias de hoje.

jove e nalvinha
Nalvinha se chama Nayara no remake de Pantanal – Foto: Reprodução/Manchete

Joventino de 2022 não debochou sobre classificação de “vagabundo”

Uma cena que muitos fãs da novela esperavam para acontecer no remake é quando Jove comenta sobre sua “votação para vagabundo”. Enquanto o Joventino de Pantanal de 1990 brincava com a situação, a nova versão do personagem renega a classificação.

Em 1990, José Leôncio conversa com o filho e pergunta se ele trabalha com algo no Rio de Janeiro, Joventino então responde: “não, eu sou um vagabundo por vocação”. Na cena exibida em 2022, Jove conta para o pai que trancou a faculdade e que sua vó diz que ele é um “vagabundo”, mas com seriedade o rapaz afirma que na realidade ele não é o que falam sobre ele.

Assista a cena da versão original:

Leia também

Quem é Zaqueu na novela Pantanal, personagem de Silvero Pereira

Você pode gostar também