Nos Tempos do Imperador faz nova crítica a Bolsonaro sobre epidemia

Vitória e Quinzinho vão inventar um tratamento precoce para enganar Lota

A epidemia de cólera que assusta os personagens de Nos Tempos do Imperador será mais uma oportunidade para os autores fazerem críticas ao governo Bolsonaro. Nos próximos capítulos da trama, Vitória (Maria Clara Gueiros) e Quinzinho (Augusto Madeira) vão receitar um tratamento precoce ineficaz para Lota (Paula Cohen), fazendo referência ao que aconteceu durante a crise de covid-19 no Brasil. As informações são do Notícias da TV.

Para alfinetar Bolsonaro, Nos Tempos do Imperador cita tratamento precoce

Em cenas que devem ser exibidas em breve na novela Nos Tempos do Imperador, Pilar (Gabriela Medvedovski) ficará sobrecarregada com tantas pessoas doentes que chegarão à Ordem Terceira. Assim como durante a pandemia em todo o mundo, a recomendação será lavar bem as mãos e manter o distanciamento social.

Batista (Ernani Moraes) é um dos personagens que vai contrair cólera e ficará em em estado grave. Luísa (Mariana Ximenes) também será infectada. Assustada com o grande número de casos, Lota vai seguir à risca todas as orientações passadas pelos profissionais da área da saúde.

A trambiqueira decidirá deixar o marido sendo cuidado por Lupita (Roberto Rodrigues) e irá alugar um quarto para ela e Bernardinho (Gabriel Fuentes) no Cassino Perequeté, comandado por Vitória e Quinzinho.

Ao chegar na hospedagem, Lota fará algumas exigências que irritará os donos do estabelecimento. “Quero uma tina com água quente, no quarto. Preciso me lavar bem! Deus me livre de pegar essa doença”, dirá a Baronesa de Fervedouro. “Já me arrependi de ter enxotado o Batista. Preferia o cólera à Lota”, reclamará Vitória.

Os dois também vão ter uma ideia para enganar a mulher e ganhar um dinheiro extra. Será nesta cena que virá o novo deboche a Bolsonaro. “Ainda tem aqueles cacos de telha? Vamos falar para ela que esfregar na pele é ótimo para prevenir o cólera”, vai sugerir a arqueóloga.

“Vou falar que é um tratamento preventivo. Tratamento precoce. Aposto que ela vai cair nessa”, complementará o ex-marido de Clemência (Dani Barros).

A crítica faz referência à estratégia usada pelo Ministério da Saúde durante a pandemia de receitar remédios ineficazes contra a doença (ivermectina e a hidroxicloroquina) como tratamento precoce contra a covid-19. O próprio presidente Jair Bolsonaro chegou a fazer dezenas de propagandas sobre os medicamentos.

Batista morrerá de cólera

Luísa irá sobreviver a doença, mas Batista não terá o mesmo destino. Em cenas previstas para irem ao ar no próximo sábado (11), o Barão de Fervedouro irá agonizar após contrair cólera.

Batista irá ficar cada vez pior e lamentará não conseguir alforriar Lupita antes de sua morte. “Você é meu anjo. Pena que vou morrer sem ter conseguido dar sua alforria”, dirá o pai de Nélio (João Pedro Zappa).

“Não diz isso! Fica quieto para não se cansar. Respira, meu amor!”, dirá a cativa. “Chegou a minha hora […] Obrigado por me fazer sorrir de novo. Fui um homem feliz por sua causa… Eu vou em paz”, lamentará Batista antes de morrer.

Casal
Personagem vai se despedir da amante antes de fechar os olhos pela última vez – foto: reprodução/tv globo
Você pode gostar também