Novela Pantanal: 6 polêmicas do folhetim de 1990

O folhetim foi escrito por Benedito Ruy Barbosa, versão de 2022 tem texto adaptado por Bruno Luperi.

A novela Pantanal em breve estará de volta em uma versão com novos atores, algumas mudanças na trama, em uma outra emissora, mas com a mesma ambientação e com aqueles personagens já conhecidos do público e que todo mundo gosta. Na época em que foi lançada na Manchete, em 1990, a novela causou barulho por algumas polêmicas.

Atriz foi enganada sobre nudez na novela Pantanal

Uma das polêmicas da novela Pantanal envolve a apresentadora e ex-atriz Nani Venâncio. A famosa disse em seu programa na Rede Brasil, em fevereiro de 2022, que foi enganada pela produção, pois não sabia que apareceria totalmente nua na abertura do folhetim.

Venâncio contou que durante gravações para a abertura da novela Pantanal, usava um tapa sexo, para esconder a região íntima, porém, foi pedido que a atriz retirasse o objeto. Ela foi informada que seriam gravadas cenas em que a mulher não estivesse totalmente nua, mas não foi o que aconteceu.

Quando assistiu a estreia da novela, Nani Venâncio descobriu que usaram imagens suas completamente nua, o que não era o combinado. A apresentadora revelou que o ocorrido destruiu seu casamento com Egon Júnior.

Nudez sem censura

E falando em nudez, esse não era um problema para a novela Pantanal. O folhetim chamou atenção por exibis várias cenas expostas dos atores, como em banhos de rio, momentos quentes entre os personagens, entre outros. A atriz Luciene Adami, que interpretou Guta, apareceu algumas vezes desta forma e foi convidada pela playboy para posar nua, a famosa disse sim para o trabalho e apareceu em uma edição de 1991.

abertura da novela Pantanal
Venâncio na abertura da novela Pantanal – Foto: Reprodução/Manchete

Violência

Outra polêmica na novela Pantanal foram as cenas de violência, e algumas delas estão mantidas no remake da Globo em 2022.

Castração de personagem

Em uma cena da reta final da versão original da novela Pantanal, Tenório (Antonio Petrin) descobre que a esposa, Maria Bruaca (Angela Leal), está envolvida com o peão Alcides (Ângelo Antônio). Para punir o rapaz, Tenório decide castrá-lo.

A cena chocou muita gente e uma reportagem da época na Folha de São Paulo descreveu o momento como: “muito sangue, muita cara feia de dor e pavor”.

No remake da novela, a castração irá acontecer. Segundo a colunista Carla Bittencourt do Notícias da TV, o personagem passará pelo mesmo horror mostrado na versão de 1990. Agora o papel está nas mãos do ator Juliano Cazarré.

Juma arranca orelha de abusador

Em outra cena tensa da novela Pantanal, Juma é quase estuprada por um coureiro, personagem que foi interpretado por Jece Valadão, mas a filha de Maria Marruá consegue se defender e se livrar dos braços do vilão, para finalizar ela ainda arranca a orelha do homem.

alcides e maria bruaca
Angela Leal e Ângelo Antônio da versão original da novela Pantanal (à esquerda) e Juliano Cazarré e Isabel Teixeira no remake (à direita) – Foto: Reprodução/Manchete/Globo

Peão é devorado por piranhas na trama da novela Pantanal

A morte do personagem Levi, um dos vilões da trama, assustou a audiência em 1990 ao ver o personagem ser comido por piranhas no rio. E detalhe, a cena será integrada ao remake.

Na versão original, o papel ficou com o ator Rômulo Arantes, que faleceu em junho de 2000, uma década depois da novela. Na cena da novela Pantanal, Levi cai no rio após fugir de Tenório e acaba devorado por piranhas.

Em 2022, o público assistirá a cena na versão da TV Globo da novela Pantanal, agora com o ator Leandro Lima na pele de Levi. Quando se preparava para o projeto, Leandro contou para a jornalista Patrícia Kogut do O Globo que um de seus medos era entrar no rio, por conta do que iria encontrar por lá. ” O José Loreto viajou para lá e se jogou com jacaré e tudo”, comentou.

atores
Romulo Arantes (à esquerda) e Leandro Lima (à esquerda) – Foto: Reprodução/Globo

Processos

Uma polêmica que marcou a novela Pantanal foi a reexibição do folhetim em 2008, no SBT. Depois de ganhar reprises em sua emissora de origem, a TV Manchete, o folhetim voltou às telinhas quando o canal faliu e vendeu fitas de suas obras em leilões.

O canal de Silvio Santos comprou a novela e passou a reexibi-la, mas a Globo e o autor Benedito Ruy Barbosa foram contra. O escritor havia vendido os direitos da produção para a Globo, que já planejava um remake, e por isso entrou na justiça para que a reexibição no SBT fosse cancelada. No entanto, Benedito perdeu o processo e o canal exibiu todos os capítulos que tinha em mãos da novela.

Assista o trailer do remake e já se prepare para assistir a próxima novela das 21h:

Leia também

Quem morre na novela Pantanal?

Você pode gostar também
buy cialis online