Festival Internacional contará com exibição gratuita de 337 curtas

Evento traz curtas-metragens de 51 países em sete salas da capital; participantes foram selecionados em meio a 3.400 inscritos.

SÃO PAULO –  Com início nesta quinta-feira (20), a 25ª edição do Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo, com criação e direção de Zita Carvalhosa, contou com a exibição gratuita de 337 filmes, selecionados em meio a 3.400 inscritos, em sete salas de cinema da capital – Museu da Imagem e do Som (MIS), Cinemateca Brasileira, CineSesc,  Espaço Itaú de Cinema – Augusta, Centro Cultural São Paulo (CCSP), Cine Olido, Cinusp – além de CEUs e espaços do Circuito Municipal de Cultura. “É com muita alegria que comemoramos nosso 25º aniversário. Quando o Festival começou, em 1990, nas dependências do MIS, não podíamos imaginar as dimensões que ele alcançaria ou o desenvolvimento do audiovisual brasileiro. Para se ter uma ideia, nas primeiras edições, exibíamos a totalidade da produção nacional. Hoje, são mais de 600 curtas brasileiros inscritos por ano”, afirma Zita Carvalhosa.

Curtas digitais

CinemaNeste ano, o evento traz curtas de 51 países, que serão apresentados nas tradicionais mostras Internacional, Latino-americana, Brasil, Panorama Paulista e Cinema em Curso, além dos Programas Especiais. Com o tema “Quebrando Muros”, a edição propõe uma discussão sobre temas atuais, como a ebulição recente em manifestações pelo Brasil, e uma reflexão sobre os 25 anos da queda do Muro de Berlim e tudo o que mudou de lá para cá. “Quando começamos, os filmes internacionais eram convidados por carta – o fax nem existia! Na hora da urgência, era preciso enviar um telex. Até bem pouco tempo, a produção era toda exibida em película e as cópias chegavam pelos Correios. Este ano, temos menos de dez filmes em 35mm, os demais são digitais, enviados muitas vezes pela Internet”, compara a diretora do festival.

O 25º Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo conta com o patrocínio da Petrobras, como projeto convidado do Programa Petrobras Cultural, e da Sabesp, pela Lei de Incentivo a Cultura, numa correalização com o SESC, MIS – Museu da Imagem e do Som, Cinemateca Brasileira e Secretaria Municipal de Cultura. Em setembro, durante a programação itinerante, o festival percorre cidades do interior de São Paulo: Jundiaí (5 a 7), Ribeirão Preto (13 a 14) e São José dos Campos (18 a 21). A programação e a lista completa de apoiadores estão no site www.kinoforum.org.br/curtas

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes