Por que não pode comer carne na Sexta-Feira Santa? Entenda

É uma tradição que milhões de nós seguimos – comer peixe na Sexta-feira Santa.

A Sexta-Feira Santa, ou Sexta-Feira da Paixão, antecede o Domingo de Páscoa e é considerada um dos maiores feriado religioso para a Igreja Católica.  O principal costume dessa data é a prática do jejum, mas por que não pode comer carne na Sexta-Feira Santa?

Muitos cristãos vão celebrar a festa para comemorar a vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo, que está escrito no Novo Testamento da Bíblia cristã. E muito além dos ovos de páscoa, há uma tradição na data: evitar carne vermelha e trocá-la por peixe na Sexta-feira Santa.

É uma tradição que milhões de nós seguimos – comer peixe na Sexta-feira Santa.


Faz parte da Páscoa tanto quanto os ovos de chocolate e o coelhinho da Páscoa , só que essa tradição é muito mais antiga.

Por que não comer carne na Sexta-Feira Santa

A Sexta-Feira Santa é determinada pela Igreja Católica como um dia obrigatório para o jejum e a abstinência. Dentro dessa tradição, não se realiza o consumo de carne vermelha ou frango na data, sendo muito comum que as pessoas cristãs substituam esses alimentos pelo peixe em suas refeições, outras até mesmo preferem não comer nenhum tipo de carne. 

A origem do costume de não comer carne na sexta-feira Santa remete ao período da Idade Média, em que os católicos tinham a tradição de jejuar ou não comer carne toda sexta-feira. A prática devia-se, em parte, por acreditarem que Jesus Cristo morreu na cruz em uma sexta-feira, logo, era um dia para realizar alguma forma de penitência, e o alimento costumava estar muito ligado a momentos comemorativos. 


Atualmente, o Código de Direito Canônico recomenda que todas as sextas-feiras do ano ainda devem ser reservadas a abstinência de carne ou outro alimento. O documento também tem como determinação a realização do jejum na Quarta-Feira de Cinzas, que inicia a Quaresma, e na Sexta-Feira Santa, que a encerra. 

Mas por que comer peixe é permitido na sexta-feira santa? 

De acordo com o cristianismo, Jesus foi executado na Sexta-feira Santa e morreu por nossos pecados. Ao fazer isso, ele sacrificou sua carne. É por isso que a igreja encoraja os seguidores a se absterem de carne carnuda, a de animais de sangue quente, no aniversário da morte de Cristo.

O peixe, como vem do mar, é percebido como um tipo diferente de carne, portanto, não teria problema em comê-lo.

A lei da Igreja dizia especificamente “animais terrestres”.

“As leis de abstinência consideram que a carne vem apenas de animais como galinhas, vacas, ovelhas ou porcos – todos os quais vivem em terra. As aves também são consideradas carne.”


O que é a Quaresma? 

O período de Quaresma consiste nos 40 dias que antecedem a Páscoa, representando a quantidade de tempo que Jesus passou no deserto. Como tradição, muitos cristãos fazem um sacrifício próprio ao longo desse período, como, por exemplo, se abster de certos alimentos. 

A celebração da Páscoa é uma das principais do calendário do cristianismo, que relembra a crucificação e celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Ela é feita durante a Semana Santa, que se inicia do Domingo de Ramos, data que marca a entrada de Cristo em Jerusalém, e termina no domingo de Páscoa, antecedido pela Sexta-Feira Santa. 

Veja mais em: Quando começa a Quaresma 2022 e o que significa

Você pode gostar também