Donald Trump com coronavírus: presidente dos EUA testa positivo

O presidente dos Estados Unidos confirmou no Twitter que ele e a primeira-dama testaram positivo para o covid-19 e estão em quarentena.

Donald Trump com coronavírus: presidente testou positivo e confirmou a notícia em seu Twitter. Além disso, a primeira-dama, Melania Trump, também contraiu o vírus. 

“Vamos começar nosso processo de quarentena e recuperação imediatamente. Vamos passar por isso JUNTOS!”, escreveu ele.

O anúncio de Trump ocorre pouco mais de um mês antes das eleições presidenciais de 3 de novembro, quando ele enfrentará o adversário democrata Joe Biden.

A princípio,  intui-se que Trump tenha se contaminado após Hope Hicks, uma de suas assessoras mais próximas, testar positivo para o vírus.

Ela viajou com Trump para o primeiro debate presidencial na TV com Biden em Ohio na terça-feira.  Da mesma forma, alguns dos membros da família do Trump que participaram do debate foram vistos sem  máscaras.

 

Donald trump com coronavírus
Imagem: reprodução / twitter

Donald Trump com coronavírus

O médico de Trump, Dr. Sean Conley, divulgou um comunicado na noite de quinta-feira (01), dizendo que o presidente e a primeira-dama estavam “ambos bem neste momento e planejam permanecer na Casa Branca durante a convalescença”.

“Fiquem tranquilos, espero que o presidente continue desempenhando suas funções sem interrupções durante a recuperação. Além disso, vou mantê-los atualizados sobre quaisquer desenvolvimentos futuros”, disse o comunicado.

Contudo, o médico não forneceu mais detalhes.

De acordo com o exame físico mais recente de Trump no início deste ano, ele pesava 110,7 kg. Isso é considerado obeso por sua altura de 1,90 m.

Mas o Dr. Conley afirmou na época que o presidente “continua saudável”. Bem como Trump também terá o melhor atendimento médico disponível.

O Centro para Controle e Prevenção de Doenças da América diz que uma pessoa deve se isolar por 10 dias após um teste positivo.

 

Eleições americanas

O diagnóstico de Trump agora põe em questão o resto da campanha, incluindo os próximos dois debates presidenciais.

O próximo debate está agendado para 15 de outubro em Miami.

Dois dias antes do teste positivo, durante o primeiro debate, Trump menosprezou seu adversário democrata Joe Biden por usar máscara com frequência.

Fonte BBC
Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.